Mesmo sem o lesionado Curry, Warriors vence Hawks na prorrogação

O Golden State Warriors entrou em quadra na última terça-feira sem seu principal jogador para encarar o bom time do Atlanta Hawks. A ausência de Stephen Curry, lesionado, parecia ameaçar a sequência de cinco vitórias consecutivas e a incrível campanha nesta temporada da NBA. O time de Oakland até suou, precisou da prorrogação, mas arrancou a vitória por 109 a 105, em casa.

Curry apenas acompanhou a partida do banco de reservas por conta de uma lesão no tornozelo esquerdo, sofrida na incrível vitória de sábado sobre o Oklahoma City Thunder. O principal jogador da NBA na atualidade vinha de uma incrível sequência de três partidas com mais de 40 pontos. O Warriors não informou a gravidade de sua lesão.

Mesmo sem Curry e também ainda sem o lesionado Andre Iguodala, o Warriors começou melhor e chegou a abrir 14 pontos na reta final do primeiro tempo. No segundo, o Hawks virou, chegou a passar à frente, mas a partida foi para a prorrogação. O equilíbrio se manteve, mas uma bola de três de Draymond Green com o relógio de ataque estourando a 40 segundos para o fim garantiu o triunfo aos donos da casa.

Foi a 54.ª vitória em 59 jogos do Warriors, líder da Conferência Oeste, que teve em Klay Thompson seu cestinha, com 26 pontos. Green também esteve em dia inspirado e terminou com 15 pontos, 13 rebotes e nove assistências. Entre os brasileiros, destaque para Leandrinho, que saiu do banco para anotar 11 pontos em 17 minutos. Anderson Varejão atuou por quatro minutos e marcou dois pontos.

Pelo lado do Leste, o Miami Heat voltou a mostrar muita força e passou com tranquilidade pelo Chicago Bulls em casa. O time da Flórida fez 129 a 111, chegou à 34.ª vitória, na quarta posição da conferência, e ainda tirou o Bulls da zona de classificação para os playoffs, agora na nona posição, com 30 triunfos.

O Miami Heat acertou incríveis 67,5% dos arremessos de quadra, recorde da história da franquia. Ainda viu Joe Johnson anotar 24 pontos em sua segunda partida pela equipe e Hassan Whiteside ter sua melhor pontuação da carreira, com 26, além de pegar 14 rebotes. Luol Deng ainda contribuiu com 20 pontos, Dwyane Wade com 18 e Goran Dragic com 17. O cestinha do Bulls foi Derrick Rose, também com 17 pontos.

Quem também fez bonito na terça-feira foi o Los Angeles Lakers. Em meio à péssima campanha da temporada, a equipe deu uma alegria a seus torcedores ao derrotar o Brooklyn Nets por 107 a 101 em casa, graças a D’Angelo Russell. O armador teve a melhor atuação de sua curta carreira e anotou 39 pontos, melhor marca de um calouro pela franquia desde os 55 pontos do lendário Elgin Baylor no distante ano de 1959.

Confira os resultados da NBA na noite de terça-feira:

Charlotte Hornets 126 x 92 Phoenix Suns
Miami Heat 129 x 111 Chicago Bulls
New York Knicks 85 x 104 Portland Trail Blazers
Dallas Mavericks 121 x 108 Orlando Magic
Golden State Warriors 109 x 105 Atlanta Hawks
Los Angeles Lakers 107 x 101 Brooklyn Nets

Acompanhe as partidas da NBA nesta quarta-feira:

Orlando Magic x Chicago Bulls
Philadelphia 76ers x Charlotte Hornets
Boston Celtics x Portland Trail Blazers
Toronto Raptors x Utah Jazz
Houston Rockets x New Orleans Pelicans
Memphis Grizzlies x Sacramento Kings
Milwaukee Bucks x Indiana Pacers
Minnesota Timberwolves x Washington Wizards
San Antonio Spurs x Detroit Pistons
Denver Nuggets x Los Angeles Lakers
Los Angeles Clippers x Oklahoma City Thunder

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima