Morre Juli Soler, sócio do chef Ferran Adrià no premiado El Bulli

Morreu nesta segunda-feira (6) o sócio do chef Ferran Adrià no restaurante El Bulli, Juli Soler.
Nascido em 1949, em Barcelona, o espanhol sofria de uma doença neurológica degenerativa. Em 2012, Soler teve que deixar a administração da Fundação El Bulli, criada depois do fechamento do restaurante.
“Para quem não conheça a pessoa de Juli Soler, queremos explicar que, desde sua chegada em 1981 ao restaurante El Bulli, se tornou uma figura imprescindível naquele que se considera ter sido um dos restaurantes mais influentes da história. Foi ele quem contratou Ferran Adrià. Juntos, passaram por momentos difíceis, revolucionando a experiência do comensal em um restaurante de alta gastronomia e transformaram El Bulli em um espírito que transcendeu o próprio restaurante e se transformou em uma forma de entender essa profissão, inclusive depois de seu fechamento, em 30 de julho de 2011”, foi desta forma que a família de Soler anunciou, em uma carta publicada em 2012, que ele estava doente.
Segundo o jornal “El País”, Adrià afirmou que “está vivendo um momento muito duro”. “Juli e eu tínhamos algo como um casamento, 30 anos juntos, 14 horas por dia.”
“Era alguém generoso e ousado, que incentivou a equipe de cozinha a fazer vanguarda mais do que negócio”, disse o chef.
Em San Sebantián, chefs reunidos no Centro de Culinária Basca lamentaram a morte de Soler e fizeram um minuto de silêncio em sua homenagem.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima