Músicos lamentam morte de Lemmy Kilmister, vocalista do Motörhead

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Músicos, em especial os do universo do heavy metal, além de escritores e outros artistas, usaram as redes sociais para lamentar a morte de Lemmy Kilmister, lendário vocalista da banda inglesa Motörhead.

Pelo Twitter, o guitarrista e vocalista do Kiss, Paul Stanley, descreveu o colega como alguém “verdadeiramente único”. “Havia mais nele do que a maioria sabia. Descanse em paz”, escreveu.

A morte de Lemmy foi anunciada em uma publicação na página oficial do Motörhead no Facebook, na noite de segunda-feira (28). “Ele morreu depois de uma luta breve contra um câncer agressivo”, diz o texto.

O músico descobriu a doença no dia 26 de dezembro, dois dias após completar 70 anos.

“Era um guerreiro e uma lenda”, disse o cantor Ozzy Osbourne. “Perdi um dos meus melhores amigos. Ele fará muita falta.”

Travis Barker, ex-baterista do Blink 182, falou sobre a influência de Lemmy na carreira de músicos mais jovens, como ele. “Você é e sempre será um deus do rock e um dos melhores a fazê-lo. Você inspirou muitos, através de sua música, que você viva pra sempre”, publicou no Instagram.

“As palavras não vêm fácil, especialmente quando você sabe que Lemmy teria rido de todos nós tentando dizer coisas digna sobre ele ser um herói”, disse Brian May, guitarrista de Queen.

Criado em 1975, o Mötorhead era um trio com som extremamente rápido e pesado. Lemmy foi seu fundador, baixista, compositor e cantor. Sua voz gutural era uma das marcas registradas da banda. Influenciou, assim, tanto o heavy metal dos anos 1970 e 1980, com suas variações mais tenebrosas, quanto o punk descompromissado que estourou na Inglaterra com os Sex Pistols, em 1977.

O músico tinha uma personalidade forte e não escondia sua rebeldia, seu apetite por drogas e álcool. Ele já afirmou que bebia uma garrafa de uísque por dia, desde os 30 anos.

Lemmy morreu em casa, na companhia de familiares, pouco mais de um mês depois da de outro integrante da banda. Em 11 de novembro, o baterista Philthy Animal -apelido de Phil Taylor- morreu aos 61 anos (a causa não foi divulgada).

Veja repercussão da morte de Lemmy Kilmister:

Paul Stanley, vocalista e guitarrista do Kiss: “Lemmy morreu. Verdadeiramente alguém único. Havia mais nele do que a maioria sabia. Descanse em paz.”

Ozzy Osbourne, cantor: “”Perdi um dos meus melhores amigos, Lemmy, hoje. Ele fará muita falta. Era um guerreiro e uma lenda. Te verei do outro lado.”

Travis Barker, ex-baterista do Blink 182: “Nunca pensei que o dia chegaria… Descanse em poder, Lemmy. Você é e sempre será um deus do rock e um dos melhores a fazê-lo. Você inspirou muitos, através de sua música, que você viva pra sempre.”

Brian May, guitarrista do Queen: “As palavras não vêm fácil, especialmente quando você sabe que Lemmy teria rido de todos nós tentando dizer coisas digna sobre ele ser um herói”

Gene Simmons, vocalista e baixista do Kiss: “Lemmy: descanse em paz. Balance os céus, meu amigo.”

Tom Hamilton, baixista do Aerosmith: “Lamento saber que Lemmy Kilmister morreu. Grato pelos poucos e breves momentos que Jay e eu passamos com ele. Condolências aos amigos e à família.”

Neil Gaiman, escritor e quadrinista: “Descanse em paz, Lemmy, um homem que eu vi jogar os caça-níqueis em botecos tarde da noite, e uma vez me agradeceu por entrar em um.”

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima