Números dão confiança ao Coritiba no Brasileirão

O Coritiba busca uma rápida recuperação dentro do Brasileirão.  Apesar de dois empates nas últimas rodadas, o time passou duas partidas inteiras sem sofrer gols e tem a ciência de que com um pouco mais de capricho nas finalizações pode fazer com que o Verdão reencontre o caminho das vitórias. A cada jogo, a comissão técnica coritibana é municiada de vários números que envolvem o andamento das partidas, acontecendo, assim, uma análise detalhada do próximo adversário e também do próprio time coxa-branca. No meio desta série de estatísticas, um dado específico chamou a atenção do staff verde e branco: o elevado número de finalizações do Coxa.Contra Joinville e Ponte Preta, o Coritiba finalizou, pelo menos, duas vezes mais que o adversário.

Contra os catarinenses, foram doze tiros na meta adversária, contra seis dos catarinenses. Detalhe que apenas um chute obrigou o goleiro Wilson a trabalhar. No duelo contra a Ponte, os números impressionam ainda mais. Foram 18 arremates, contra apenas oito do time de Campinas. Metade das conclusões do Verdão partiram do atacante Marcos Aurélio, sendo que, em três delas, os zagueiros realizaram intervenções incríveis, salvando situações claras de gol.Nos números gerais do campeonato, o Coxa apresenta uma média de 11 finalizações por jogo, dados que dão confiança à comissão técnica, mas, que ao mesmo tempo, acende o sinal de alerta em relação a precisão na hora do arremate.

Nós criamos inúmeras situações nestes dois jogos. Isto é um ponto positivo. No entanto, não gosto de creditar esses erros a falta de sorte. Temos que trabalhar mais, aproveitar os treinamentos para que, nas partidas, possamos transformar algumas destas situações em gols, analisou Ney Franco, após a partida contra a Ponte Preta.Preparando-se para pegar o São Paulo neste domingo (12), às 11h, a equipe coxa-branca sabe que contra o tricolor paulista, dentro do Morumbi, todas as chances precisam ser aproveitadas para que o Verdão alcance um bom resultado fora de casa. Não adianta outro caminho a não ser muito trabalho neste momento. Temos que treinar e buscar surpreender o São Paulo dentro do Morumbi, completou o técnico Ney Franco.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima