O renascimento da Ellevan

Com clipe novo e músicas engatilhadas, banda procura renovar identidade

A banda Ellevan está de volta, assim mesmo, entre aspas. Na semana passada, o grupo de Pato Branco reapareceu na internet com um novo clipe, para a balada Vamos Dançar, um vídeo bem trabalhado, com o quinteto tocando de terno em um cenário refinado (Assista o clipe).

Um retorno com cara de renovação, pois a Ellevan nunca se aposentou. Entre idas e vindas, formações e projetos, pode-se dizer que a banda está na ativa desde 2004, e seu embrião é ainda mais velho.

Por meio do vocalista, Leonardo Zatta, a Ellevan surgiu das cinzas da Guest Band, banda formada por pato-branquenses que alcançou uma boa repercussão no início dos anos 2000.

Zatta formou a Guest com outros três amigos. Em Chapecó, onde o vocalista estudava, o grupo venceu uma competição da Rádio Atlântida e gravou uma canção, Why, faixa que abriu as portas de uma gravadora, rendeu um CD, todo cantado em inglês.

Entre 2002 e 2003, a Guest Band excursionou pelo Paraná, Santa Catarina, e interior de São Paulo, com direito a shows cheios e tietagem – um vídeo promocional disponível do Youtube ilustra essa fase. Segundo Zatta, a pouca idade dos músicos não ajudou a lidar com a situação, e depois de vários desentendimentos a Guest acabou.

Em 2004, o vocalista fundou a Ellevan, ainda em Chapecó. O novo grupo gravou um álbum e teve uma faixa, Where are you?, tocada por uma rádio japonesa. Mas foi a partir de 2009 que a banda começou a se consolidar.

De volta a Pato Branco, Zatta se juntou ao baixista Robson Buzzello e ao guitarrista Julio Souza, o núcleo base da Ellevan desde então. Completam a formação atual o tecladista Ithalo Hespanhol, e o baterista Tobias Toassi.

O grupo passou a fazer shows relativamente frequentes em casas noturnas de Pato Branco, da região sul do país, e até do Paraguai, além de lançar algumas músicas próprias na internet.

Nova fase

Dudu Tomasi/Divulgação

Segundo Zatta, a Ellevan entra em 2016 com a meta de aprimorar uma identidade própria, procurando deixar de lado uma imagem que os acompanha há vários anos, a de ser uma espécie de banda cover de Bon Jovi. Zatta e Jon Bon Jovi tem timbres de voz parecidos, o que gera comparações desde os tempos da Guest.

O primeiro passo foi o lançamento do clipe de Vamos Dançar, a primeira de outras cinco músicas que devem ser divulgadas até a metade do ano, todas pela internet.

Julio Souza conta que a estratégica é usar a rede para divulgar a Ellevan, que manterá sua postura de ser competente no palco, fator que ele acredita ter sido crucial para o reconhecimento do grupo e que rendeu frutos. Segundo ele, no ano passado a banda foi convidada a participar de uma seletiva para o programa Superstar, da rede Globo. Zatta também participou de seletivas para o The Voice Brasil.

Os novos tempos também favorecem a qualidade do material em estúdio, onde a Ellevan também quer fazer bonito. Temos todas as ferramentas na mão, tudo se tornou mais fácil do ponto de vista de custo. Nossa ideia é fazer algo que não deva em qualidade para bandas importantes dentro do nosso estilo, completa o vocalista.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima