Paulista consegue ippon e conquista 3º ouro do Brasil no Pan

PAULO ROBERTO CONDE, ENVIADO ESPECIAL
TORONTO, CANADÁ (FOLHAPRESS) – Charles Chibana, 25, conquistou na noite deste domingo (12) a terceira medalha de ouro do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.
Foi a segunda vez que um judoca subiu ao topo do pódio no Canadá. No sábado (11), Érika Miranda triunfou na categoria meio-leve (até 52 kg).
A vitória de Chibana ocorreu na mesma categoria (só que no masculino o limite é até 66 kg). Na estreia, o paulistano derrotou o salvadorenho Eduardo Guilera e, na semifinal, passou pelo venezuelano Sergio Mattey.
Na decisão, o brasileiro frustrou a torcida local ao bater o canadense Antoine Bouchard, número 16 do ranking mundial, por ippon. Ele manteve uma tradição brasileira na categoria: na edição do Rio-2007 e de Guadalajara-2011, João Derly e Leandro Cunha levaram os ouros, respectivamente.
Chibana é um nome em ascensão no judô masculino nacional. Atleta do Esporte Clube Pinheiros, chegou a liderar o ranking mundial do meio-leve (hoje é o quinto) e foi finalista no Mundial do Rio-2013.
Nos dois últimos anos, foi campeão de torneios importantes como os Grand Slams de Moscou e Tyumen, ambos na Rússia.
O atleta tem uma peculiaridade: toda a família Chibana vive em um mesmo prédio, na Vila Carrão, zona leste de São Paulo. Charles se mudou há pouco tempo, mas obviamente sempre vai ao local.
O prédio tem um tatame no qual o agora campeão pan-americano costumava praticar com os primos.
O judô brasileiro, considerado carro-chefe do esporte nacional para os Jogos do Rio-2016, pretende ter um aproveitamento de 100% no Pan de Toronto. A meta definida pela confederação brasileira da modalidade é de 14 pódios -sete para homens e outros sete para mulheres.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima