Perto de aposentadoria, Bryant diz que quer disputar Rio-2016

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Após anunciar a aposentadoria para o final da atual temporada da NBA, Kobe Bryant, 37, comentou a possibilidade de defender o basquete norte-americano nos Jogos da Rio-2016.

Em entrevista à rádio ESPN americana nesta sexta-feira (4), o ala do Los Angeles Lakers disse que ficaria muito feliz se pudesse participar da disputa, mas apenas se tiver condições físicas.

“Se meu corpo não conseguir fazer isso, não tem sentido fazer”, disse o jogador. “Se eu sentir que posso dar uma contribuição e meu corpo estiver bem, adoraria jogar.”

O chefão da Confederação Americana de Basquete, Jerry Colangelo, já havia dito que o anúncio da aposentadoria de Bryant “não tem qualquer influência” sobre a convocação para a Rio-2016.

Bryant é um dos 34 jogadores pré-convocados e permanece na disputa por um lugar na lista dos 12 jogadores que o técnico da seleção, Mike Krzyzewski, fará para o evento.

O astro da NBA, a principal liga de basquete dos Estados Unidos, conquistou cinco títulos da liga, entre as temporadas de 1999/2000 e 2009/2010, além de dois ouros olímpicos com a equipe norte-americana, em Pequim-2008 e Londres-2012. Ele participa de sua 20ª temporada na NBA.

Atualmente, Kobe Bryant é o terceiro maior pontuador da história da NBA, atrás de Kareem Abdul-Jabbar e Karl Malone.

Ele possui o segundo maior número de pontos marcados em uma única partida da NBA: 81 contra o Toronto Raptors, em 2006, ficando atrás apenas da performance de 100 pontos de Wilt Chamberlain em 1962, na vitória de seu Philadelphia Warriors sobre o New York Knicks.

O contrato de Kobe com o Lakers termina nesta temporada, e o time faz uma das piores campanhas da história, com apenas 3 vitórias em 18 jogos até o momento. Os Lakers ocupam o último lugar da Conferência Oeste.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima