Por atraso salarial, sindicato denuncia Santos ao STJD; clube diz que já pagou

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp) denunciou no último dia 20 o Santos ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) por atraso salarial.
Com isso, o Santos pode ser denunciado pelo STJD no artigo 18 do Regulamento Específico da Competição (Campeonato Brasileiro) -o clube que, por período igual ou superior a 30 dias, estiver em atraso com o pagamento de remuneração, devida única e exclusivamente durante a competição, conforme pactuado em Contrato Especial de Trabalho Desportivo, a atleta profissional registrado, ficará sujeito à perda de três pontos por partida a ser disputada, depois de reconhecida a mora e o inadimplemento por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.
O presidente do Sapesp, Rinaldo Martorelli, afirmou que comunicou o Santos sobre a denúncia. “O presidente Modesto Roma disse que, felizmente, conseguirá cumprir com o prazo e pagará os atletas resolvendo de vez as pendências que herdou da antiga diretoria. Aliás, o presidente do Santos FC se colocou à disposição e reiterou que atenderá nossas solicitações”, disse Martorelli.
Já o Santos divulgou uma nota nesta terça-feira (28) afirmando que a situação já está resolvida. “Para o Santos FC isso é notícia antiga. O clube, através do Presidente Modesto Roma Jr, conversou com o Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo e com a Confederação Brasileira de Futebol e a situação já foi resolvida. O Santos FC preza pelos salários em dia e é um dos times com a menor dívida do país”, completou.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima