Geral

Prefeito, vice-prefeito e três vereadores são cassados em Saudade do Iguaçu; cabe recurso da decisão

A Justiça Eleitoral de São João julgou procedentes os pedidos formulados pelo MP-PR (Ministério Público do Paraná) e cassou os diplomas do prefeito de Saudade do Iguaçu, Mauro Cenci (PV), do vice-prefeito Derlei Trento (PSDB) e de três vereadores por compra de votos. Todos foram condenados ainda ao pagamento de multa. Um secretário municipal e uma servidora pública também receberam pena de multa pelos mesmos fatos.

A decisão da Justiça é decorrente da Operação Amianto, — deflagrada em 8 de novembro e conduzida pelo núcleo de Francisco Beltrão do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e pelo Ministério Público Eleitoral —, a Promotoria Eleitoral havia ajuizado representação contra os políticos, então suspeitos de compra de votos nas eleições do ano passado.
Naquela operação, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão e oito mandados de condução coercitiva em Saudade do Iguaçu. Durante as investigações, o MP encontrou fortes indícios de compra de votos por parte do grupo político requerido, principalmente com a oferta de material de construção e reforma de casas a eleitores em troca dos votos.

Defesa 
Pela decisão da Justiça Eleitoral, Cenci deverá pagar multa de R$ 15,9 mil, enquanto os outros réus foram condenados ao pagamento de multa de R$ 10,6 mil. Ainda cabe recurso da decisão (ao TER – Tribunal Regional Eleitoral), que não tem efeitos imediatos até o julgamento dos recursos. 
Ao Diário do Sudoeste, Cenci afirmou estar seguro do trabalho que foi feito durante o período eleitoral. Ele comentou que a decisão do Juiz Eleitoral de São João é em primeira instância, e que ele por meio de seu advogado vai entrar com recurso já na segunda-feira (17), quando o recesso de Páscoa do TRE já vai ter encerrado.
Existe uma acusação, mas temos também a defesa oportuna para os fatos, disse ele, falando que está confiante que com a defesa a ser apresentada ao TRE ele concluirá o mandato.

Clique para comentar
Para cima