Rússia começa a construir dois reatores nucleares no Irã

A Rússia vai começar, na próxima semana, a construção de dois reatores nucleares no Irã, informou ontem (22) o porta-voz da organização de energia atômica iraniana, Beruz Kamalvandi, à televisão estatal.

Em novembro do ano passado, a Rússia e o Irã decidiram construir dois reatores suplementares na central nuclear de mil megawatts de Buchehr (Sul), construída pela Rússia. Os dois países firmaram também um protocolo sobre a construção de quatro reatores em outro local do Irã, que ainda será definido.

O anúncio é feito cinco meses depois da assinatura de acordo entre o Irã e o grupo 5+1 (cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU – China, França, Estados Unidos, Reino Unido e Rússia – e a Alemanha), que prevê a limitação de uma parte do programa nuclear iraniano, principalmente o enriquecimento de urânio, por um período de 10 a 15 anos e que deverá entrar em vigor em janeiro. As limitações previstas não incluem o desenvolvimento do parque nuclear civil.

O Irã, que tem grandes reservas de petróleo e gás, quer construir 20 centrais nucleares de mil megawatts para diversificar as fontes de energia e ficar menos dependente das energias fósseis para consumo interno.

O anúncio do início da construção dos reatores ocorre ao mesmo tempo em que é realizada em Teerã uma exposição do know-how russo na área de aeronáutica, que mostra a decisão de Moscou de investir maciçamente no Irã nos próximos anos.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima