Russos conhecem sistema brasileiro de controle de grãos e farelo

Representantes do serviço de defesa agropecuária da Rússia – o Rosselkhoznadzor – terminaram, na quinta-feira (3), uma visita de três dias ao Brasil. Eles estiveram no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para conhecer os procedimentos de controle de grãos e farelo de soja geneticamente modificados (OGM) nos carregamentos de soja que vendidos ao mercado russo.

Reprodução
A missão russa trouxe informações importantes para auxiliar as empresas brasileiras exportadoras de soja para a Rússia

A delegação assistiu palestras sobre o Sistema Nacional de Biossegurança de OGM e sobre a qualidade de grãos e farelos. Também ouviu uma exposição sobre o Sistema Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro).

Os russos também estiveram na unidade de Recursos Genéticos e Biotecnologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), na última terça-feira (1), e quarta (2) no Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro), em Goiás.

A coordenadora de Análise de Informações da Coordenação-Geral de Suporte Estratégico da Secretaria de Defesa Agropecuária, Juliana Ribeiro Alexandre, disse que os russos se surpreenderam com os controles feitos no Brasil, principalmente no que diz respeito ao Lanagro de Goiás, referência em análise de organismos geneticamente modificados. A técnica do Mapa ressaltou ainda que a missão russa trouxe informações importantes para auxiliar as empresas brasileiras exportadoras de soja para a Rússia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima