Geral

Sabor do Sudoeste em programa global

Desde a semana passada, até mesmo as pessoas da região Sudoeste que não são muito adeptas dos reality shows e programas de culinária tem um motivo para ligar a tevê na Rede Globo de Televisão às quintas-feiras, após a novela das 21h. A pato-branquense Mariana Schurt está participando de uma acirrada e cheia de visibilidade competição entre chefs de cozinha, o Mestre do Sabor, comandado pelo querido Claude Troisgros.

Mariana Schurt estudou gastronomia na Universidade Positivo, em Curitiba, trabalhou em restaurantes estrelados fora do Brasil e hoje é sub-chef restaurante, Corrutela, em São Paulo.

Quando a produção do programa entrou em contato para saber se a chef tinha interesse em concorrer a uma vaga no Mestre do Sabor, ela topou na hora. “Queria ir em busca de novos desafios, sair da zona de conforto e conhecer um pouco desse mundo televisivo, de competição”, diz.

Daí em diante, Mariana enviou material para aprovação: vídeos, fotos de pratos, além de contar um pouco da sua história. 

Aprovada, partiu para o teste do prato de entrada, que foi um agnolini de abóbora e castanha, servido no brodo. Alguma identificação com a nossa culinária? “Eu amo a cozinha caseira, com receitas de família, mas juntando com a minha experiência em cozinhas renomadas”, conta.

Por isso, vários pratos que fazem parte da tradição cultural da nossa região influenciam diretamente a sua culinária. Entre os preferidos estão agnoline, pierogui, cuca, o churrasco em todas as maneiras. “Eu amo uma massa, então tudo que tem farinha e molho é a minha cara (risos)”.

Futuro 

O sonho de Mariana é ter seu próprio negócio e colocar as comidas que ama e aprecia neste lugar. 

Por isso, para ela, é importante para sua carreira participar do programa. “É bom pra mostrar um pouco do nosso trabalho como cozinheiros. Tem muita gente incrível  por aí que não tem visibilidade, o programa é uma forma de enaltecer esses cozinheiros”, acredita.

A quem sonha ser chef e viver de cozinha, ela indica que estude muito e cozinhe muito. “Não tenha medo de errar, de testar pratos, é assim que se aperfeiçoa o trabalho e tem resultado”, diz. Mas, principalmente, que acredite nos seus sonhos.  “Se você acredita nas suas ideias, corra atrás que tudo pode acontecer!”, finaliza.

Clique para comentar
Para cima