Sob chuva, santistas sofrem e vivem noite de tensões na Vila

KLAUS RICHMOND

SANTOS, SP (FOLHAPRESS) – A noite da maioria santista não presente no Allianz Parque foi marcada por tensões. Os aproximadamente 3.500 torcedores que foram até à Vila Belmiro, ignorando até mesmo a chuva, sofreram à distância a frustração pela não conquista do bicampeonato da Copa do Brasil.

Mas, se existia uma parte cética, que no momento mais delicado da partida chutou cadeiras da área social e deixou a Vila antes mesmo do apito final, a outra combatia com gritos de “modinha” e “eu acredito”.

Divididos, basicamente, em três pontos, arquibancadas, salão de mármore – considerada a ala vip, reservada somente a sócios e conselheiros – e no entorno do estádio, os torcedores viveram uma noite similar a de um jogo.

A começar pelo policiamento na área externa, com isolamento de acessos específicos de entradas e ruas, o mesmo adotado em jogos da equipe.

Logo no início, a festa já ganhou tons de drama e silêncio devido a grande chance perdida por Gabriel Jesus. Minutos depois, cada bola afastada era comemorada como um gol pelos presentes e o nome do goleiro Vanderlei, personagem do primeiro tempo, constantemente ovacionado.

Somente a chance desperdiçada na trave por Victor Ferraz reacendeu os torcedores. O clima, como de um jogo, acompanhava as vaias a cada troca de bola palmeirense.

O respiro pelo intervalo teve quase o efeito de um gol. Santistas com a mão no peito, coçando as cabeças. Durante a pausa, alguns tímidos gritos de campeão, mas, principalmente, de críticas a uma das emissoras que transmitem a competição.

A sensação de otimismo durou até o segundo gol de Dudu, rebatida prontamente pelo coro de “time da virada”. A tensão só virou euforia com a resposta de Ricardo Oliveira. Na sequência, até mesmo sinalizadores foram acesos dentro do estádio, que passou a gritar em clima de caldeirão.

Antes dos pênaltis, novos incentivos a Vanderlei e os conflitos verbais entre os que incentivavam a cada pênalti perdido contra os que lamentavam. O desfecho com o vice foi o único ponto unânime, com as palmas dos presentes para a luta da equipe.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima