Técnico da seleção mexicana é demitido após agredir jornalista

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Campeão da Copa Ouro no último domingo (26), o técnico da seleção mexicana Miguel Herrera foi demitido após um repórter de televisão afirmar ter sido agredido por ele.
O repórter da televisão Azteca, Christian Martinoli, acusa Herrera de tê-lo dado um soco no pescoço e o ameaçado. O jornalista tem sido um duro crítico do trabalho de Herrera à frente da seleção mexicana recentemente.
Decio de Maria, que no próximo sábado assumirá o cargo de presidente da Federação Mexicana de Futebol, disse que o incidente com o jornalista não estava de acordo com o espírito de respeito que a organização prega.
“Nossos valores e nossos princípios estão acima de quaisquer resultados”, disse de Maria. “Em nossa profissão, nossa indústria, as partidas nunca acabam, e como figuras públicas que representam uma instituição nós temos que ser absolutamente claros quanto a isso.”
O futuro presidente da Federação não disse quem treinará a equipe no lugar de Herrera.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima