Técnico do Santos segue no cargo, mas cogita ser auxiliar

SAMIR CARVALHO
SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Com o cargo mais do que ameaçado, o técnico Marcelo Fernandes trabalhou normalmente na manhã desta terça-feira, no CT Rei Pelé, visando o duelo do Santos contra o Goiás, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio Serra Dourada, válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.
O treinador recebeu a visita do vice-presidente do clube, César Conforti, durante a atividade no CT. Fernandes alega que o dirigente não falou nada sobre a sua possível saída do comando do time.
“Foi uma conversa normal, não me falou ou passou nada, estamos aí no Santos, não me comunicou de nada e estamos trabalhando. O mais importante nesse momento é o Santos Futebol Clube”, afirmou o técnico.
Marcelo Fernandes não deve deixar o Santos mesmo com a chegada de outro treinador. O técnico campeão paulista já avisou que seguirá o combinado com a diretoria e, por isso, voltará a exercer a função de auxiliar técnico.
“O combinado comigo é esse, não vou forçar outra situação. Sou tranquilo com relação a isso, me chamaram no Paulista, poderiam ter tomado três porradas lá, e pensaram em mim. Não é nenhum assunto além daquilo que foi tratado lá atrás”, disse.
Apesar do discurso amigável, Marcelo Fernandes lembrou que os maus resultados do Santos no Campeonato Brasileiro estão ligados a escassez do elenco. O treinador lembrou que Robinho deixou o clube, além de citar o lesionado Valencia e os problemas de suspensão.
“Muitos tem me apoiado, sabem como tenho trabalhado no dia a dia. Muitos sabem e reconhecem, tudo o que estou passando aqui, problema de lesão, de cartão, de jogadores que não estão presentes diariamente. Robinho saiu, Valencia machucou. As pessoas inteligentes sabem o dia a dia aqui, o que estou passando, o que procuro fazer. As vaias são normais. Estou preparado para tudo isso desde o primeiro dia que sentei aqui”, disse.
O Santos deve anunciar o novo treinador após o jogo contra o Goiás. Oswaldo de Oliveira, Cristovão, Dorival Júnior, Doriva e Alexandre Gallo são os mais cotados para assumir o comando do time.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima