Técnico do sub-20 do Palmeiras confirma xodó chileno na Copa SP

GUILHERME SETO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Contratado em março de 2015 pelo Palmeiras, o jovem chileno Francisco Arancibia, 19, chegou ao clube cercado de expectativa. Convocado para as seleções de base e principal de seu país, ele chegou ao time paulista em março em meio a elogios do compatriota Valdivia, o que levou torcedores a acompanharem de perto seu rendimento.

Em janeiro de 2016, após um ano de diversos percalços e poucas aparições, ele terá finalmente boa chance de mostrar seu futebol. Nesta terça-feira (29), após coletiva de imprensa, o técnico João Burse confirmou que Arancibia será chamado para o grupo de 25 jogadores que representará o Palmeiras na Copa São Paulo de Futebol Júnior. No domingo (3), o Palmeiras fará sua estreia no torneio contra o Sampaio Correa (MA), em São José dos Campos.

Perguntado sobre o jogador, Burse lembrou dos problemas vividos na temporada e apostou que Arancibia ainda mostrará qualidade até o término de seu contrato com o Palmeiras –em junho de 2016, o clube terá que renovar seu empréstimo ou pagar o valor de seus direitos econômicos ao O’Higgins, do Chile.

“Vivi uma situação muito parecida. Joguei no sub-23 da Universidad Catolica, do Chile, e se acostumar com uma cultura diferente na base é difícil. Ele chegou, teve duas lesões, teve um pouco de tempo para se recuperar, teve um filho, a esposa voltou para o Chile. Precisamos trabalhar um pouco essa parte psicológica, para que ele se solte. Ele fez um grande amistoso contra o Guarani, o nosso mais recente. Aos pouquinhos ele vai se soltando e todo o potencial dele vai se aflorar”, afirmou Burse.

A princípio, Arancibia deve ser reserva da equipe. Nesta terça, os garotos da equipe treinaram no centro de treinamento do clube, na Água Branca. Sob chuva, eles foram acompanhados de perto pelo técnico João Burse, que esboçou a equipe titular com Daniel Fuzato; Joazi, Yuri, Augusto e Jeferson; Altair, Daniel e Luan; Artur, Vinicius e Kaue.

Em 2015, o Palmeiras implantou um projeto de integração total das categorias de base do clube. A equipe sub-20 treinou ao lado do time principal ao menos duas vezes por semana. Nos 72 jogos realizados pelo Palmeiras, 53 tiveram participação de pelo menos um jogador formado nas categorias de base do clube. Na decisão da Copa do Brasil, quatro jogadores vindos da base entraram em campo: Gabriel Jesus, João Pedro, Matheus Sales e Taylor.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima