Torcedores argentinos ficam desolados com quinta derrota seguida em finais

MARIANA CARNEIRO
BUENOS AIRES, ARGENTINA (FOLHAPRESS) – A derrota para o Chile deixou os argentinos em Buenos Aires desolados.
O favoritismo da seleção celeste e branca levou argentinos a bares e restaurantes da capital. A derrota nos pênaltis frustrou os torcedores.
“É a quinta final seguida que perdemos”, lamentou o estudante de economia David Elias, 28, referindo-se a duas Copas América perdidas, em 2004 e 2007, à Copa das Confederações de 2005, e ao Mundial no Brasil, em 2014.
“Esta seleção não aguenta a pressão de uma final”, diz o torcedor.
Da arbitragem, os argentinos não podem se queixar, opinou o brasileiro engenheiro Ederson Sena, 31.
“A seleção argentina era a melhor, mas nesse jogo o Chile foi melhor”, disse. “O juiz não beneficiou nenhum dos dois lados”.
Nos dias anteriores à partida, cresceu entre os torcedores argentinos o medo de que a arbitragem pudesse beneficiar o rival ou deixasse de marcar excessos, como o episódio envolvendo o zagueiro chileno Jara e o uruguaio Cavani.
Para David, a rivalidade histórica entre Chile e Argentina não chegou ao campo.
“Para nós, torcedores, dá no mesmo perder para o Chile ou para o Brasil. Perder é ruim sempre”, disse ele.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima