Uruguaio desbanca Tevez e é eleito o melhor da América do Sul

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Campeão da Libertadores pelo River Plate em 2015, o uruguaio Carlos Sánchez foi eleito o “Rei da América”, tradicional prêmio concedido pelo jornal “El País”, do Uruguai, para o melhor jogador do continente sul-americano na temporada.

O meia recebeu 182 dos 426 votos dos jornalistas de todo o mundo e ficou à frente de nomes como Carlitos Tévez, campeão argentino pelo Boca Juniors (com 61 indicações), e Miller Bolaños, do Emelec, que conquistou o tricampeonato equatoriano pelo seu clube (23).

Sánchez era um dos jogadores mais cobiçados do futebol brasileiro. Corinthians, Atlético-MG, Grêmio e Internacional estavam interessados no volante, que acabou acertando sua saída do River Plate para o Monterrey, do México.

Com o prêmio, Sánchez quebra um jejum de 20 anos sem que um jogador do Uruguai conquistasse a premiação. Em 1995, Enzo Francescoli foi o escolhido. Antes dele, somente Antonio Alzamendi (1986), Ruben Paz (1988) também haviam sido apontados como o melhor das Américas.

Dos jogadores que atuam no Brasil, apenas Paolo Guerrero foi indicado. Ele atuou pelo Corinthians, no primeiro semestre, e Flamengo, mas a única lembrança veio mesmo pela artilharia na Copa América e pela terceira colocação do Peru no torneio.

Apenas Neymar (em 2011 e 2012) e Ronaldinho (em 2013) foram os brasileiros que já conquistaram o prêmio.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima