Geral

UTFPR mantém eleição virtual para reitor

Na sexta-feira (12), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre devolveu ao Palácio do Planalto a medida provisória que autorizava o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a nomear reitores e vice-reitores de universidades federais sem consulta à comunidade acadêmica durante a pandemia. 
Alcolumbre usou sua conta em uma rede social para informar que assinou a mensagem de devolução da MP-979/2020. Segundo o senador, que também preside o Congresso Nacional, a medida viola a Constituição federal. 
“Acabo de assinar o expediente de devolução da MP 979, que trata da designação de reitores, por violação aos princípios constitucionais da autonomia e da gestão democrática das universidades. Cabe a mim, como presidente do Congresso Nacional, não deixar tramitar proposições que violem a Constituição federal. O Parlamento permanece vigilante na defesa das instituições e no avanço da ciência”, informou Davi.
Com a postura do presidente do Senado, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), uma das universidades que está com o processo de escolha desde março estabelecido, irá manter a realização da eleição para escolha de reitor de forma virtual e com voto eletrônico, após a devolução ao Executivo.
A UTFPR já havia informado, mesmo antes da devolução, que “as atividades de consulta à comunidade, aprovadas em regulamento pelo Couni, permanecem inalteradas”.
 

Clique para comentar
Para cima