Vasco vence Bonsucesso, se mantém invicto e garante topo do Grupo A do Carioca

O Vasco derrotou o Bonsucesso por 3 a 1 no estádio de Los Larios, em Xerém, no Rio de Janeiro, pela oitava rodada do Campeonato Carioca. Com o resultado, o time de São Januário chegou a 20 pontos e assegurou a liderança isolada do Grupo A ao final desta primeira. O Bonsucesso amargou mais uma derrota e finalizou sua participação no estágio inicial da competição sem marcar pontos.

As equipes voltam a campo para a segunda fase do Carioca. O Vasco, que se classificou, jogará a Taça Guanabara e o Bonsucesso disputará a Taça Rio com os oito clubes que não se classificaram. As datas e os adversários serão definidos com os jogos de domingo.

Por ter confirmado o primeiro lugar do Grupo A, o Vasco pegará na primeira rodada da segunda fase do Carioca o quarto colocado do mesmo grupo, que hoje é o Fluminense, mas a equipe das Laranjeiras ainda luta para alcançar a terceira posição. O Bangu, derrotado pelo Flamengo horas mais cedo, ocupa este posto, um ponto à frente do time tricolor, que precisará de apenas um empate neste domingo para assegurar a terceira posição.

No confronto deste domingo, o técnico Jorginho testou alguns jogadores e acertou. O atacante Thalles se destacou, marcando dois gols – um deles muito bonito logo no início – e participando de muitos lances. Nenê, como sempre, jogou bem e fez um golaço de cobertura. Apesar da vitória, a equipe cruzmaltina levou alguns sustos com bolas na trave e deixou muito espaço para o Bonsucesso.

JOGO – Logo na primeira jogada, enquanto as equipe ainda se estudavam, Thalles recebeu cruzamento de Júlio Cesar na área, girou, bateu forte e abriu o placar no estádio Los Larios. Após o gol, o Bonsucesso começou a pressionar e se postou bem nas falhas defensivas do Vasco.

O time do subúrbio chegou com perigo aos 17 minutos, em um chute de fora da área de Matheus Pimenta que acertou a trave e assustou a defesa vascaína. Com o tempo, a marcação do clube de São Januário afrouxou e a equipe azul-grená foi experimentando jogadas.

Aos 30, porém, o Vasco determinou que o jogo era seu. Thalles fez o pivô no meio de campo e, de peito, amorteceu para Nenê, que partiu livre em direção à área. O camisa 10 não decepcionou o torcedor e, de cobertura, fez um belo gol.

Na sequência, aos 34, Breno chutou de fora da área, a bola desviou na zaga do Vasco e acertou o travessão de Martín Silva, que apenas assistiu à trajetória. Nenê quase marcou seu segundo aos 42 quando invadiu a área, cortou a defesa e, com pouco ângulo, chutou forte para a defesa no reflexo do goleiro Léo.

Na segunda etapa, o Bonsucesso voltou atento e Matheus Salgado, em boa jogada individual, encontrou Matheus Pimenta livre na área. O atacante tocou na saída de Martín Silva e fez o primeiro do time do subúrbio.

O Vasco respondeu aos quatro minutos com Jorge Henrique. Ele invadiu a área, bateu para o gol e Léo espalmou. Na sequência, Julinho entregou a bola para Thalles, entrou na área e chutou de bico. Novamente, Léo fez boa defesa.

O segundo tempo caminhava desacelerado, com os dois times cansados, até que Yago
Pikachu bateu uma bola de primeira e o goleiro Léo espalmou. No rebote, Thalles estava lá para marcar seu segundo na partida. O gol selou o destino do jogo e o Vasco teve apenas que administrar até o apito final.

FICHA TÉCNICA

BONSUCESSO 1 X 3 VASCO

BONSUCESSO – Léo; Rossales, Gustavo Rambo, Anderson, Thiaguinho; Dieguinho (Júlio César Pit), Julinho, Marco Junior; Breno (Renan), Matheus Pimenta, Matheus Salgado (Geovani). Técnico: Mário Marques.

VASCO – Martín Silva; Madson, Jomar, Rodrigo, Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Nenê (Evander); Jorge Henrique (Caio Monteiro), Thalles e Eder Luis (Yago Pikachu). Técnico: Jorginho.

GOLS – Thalles, aos 3, e Nenê, aos 30 minutos do primeiro tempo; Matheus Pimenta, a 1, e Thalles, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Rossales (Bonsucesso).

ÁRBITRO – Diego da Silva Lourenço.

RENDA – R$ 28.160,00.

PÚBLICO – 2.461 presentes (1.191 pagantes).

LOCAL – Estádio Los Larios, em Xerém (RJ).

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima