Mundo

Alemanha: Ministro de Finanças quer reforçar supervisão de sistema financeiro

O ministro de Finanças da Alemanha, Olaf Scholz, disse em entrevista publicada neste domingo que pretende reformular o sistema de supervisão do setor financeiro do país, após o escândalo contábil envolvendo o fornecedor de sistemas de pagamento Wirecard.

A Wirecard, com sede em Munique, pediu falência recentemente, depois que os auditores não conseguiram encontrar contas nas Filipinas que deveriam conter 1,9 bilhão de euros (US$ 2,1 bilhões). O ex-CEO da empresa foi preso e libertado sob fiança, enquanto seu ex-diretor de operações está foragido.

Scholz disse ao semanário alemão Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung que deseja capacitar a autoridade de supervisão financeira do país, BaFin, para realizar verificações sem aviso prévio a qualquer momento. Ele também propôs garantir que a BaFin supervisione grandes empresas de processamento de pagamentos – mesmo as que não se enquadrem na categoria de instituição financeira – e discuta se as auditorias precisam se alternar com mais frequência. As autoridades alemãs foram criticadas por não apresentar antes relatórios de irregularidades que datam de pelo menos cinco anos atrás. Fonte: Associated Press.

Clique para comentar
Para cima