Mundo

Em comício, Trump volta a dizer que Biden quer ‘abolir’ indústria de petróleo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a dizer que seu rival na disputa pela Casa Branca, o democrata Joe Biden, quer “abolir” a indústria de petróleo no país. “Não haverá fracking”, declarou o republicano durante um comício em Lansing, no Michigan, em referência ao método de extração de petróleo e gás do subsolo.

No debate presidencial de 22 de outubro, Biden defendeu a transição energética dos EUA para energias limpas e renováveis, além do fim de subsídios estatais para o setor de petróleo.

De acordo com fontes ouvidas pela Dow Jones Newswires, Trump avalia emitir um decreto para demonstrar seu apoio ao setor, em contraposição a Biden.

A medida solicitaria a agências do governo uma análise do impacto do “fracking” na economia e das consequências da proibição da técnica.

No comício em Michigan, Trump disse que milhões de trabalhadores da Pensilvânia dependem da extração de petróleo e que a prática é uma parte importante da economia dos dois Estados, que são cruciais para a vitória no Colégio Eleitoral nas eleições de 3 de novembro.

O chefe da Casa Branca também voltou a prometer novos cortes de impostos para a classe média em um potencial segundo mandato e criticou as propostas de Biden. “É o primeiro candidato que concorre dizendo ‘eu vou aumentar seus impostos'”, atacou o republicano.

Para cima