Pato Branco

Indústria de transformação lidera as contratações de setembro

Pato Branco segue figurando no ranking dos municípios do Paraná com maior geração de emprego no ano. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, divulgados na semana passada, o município foi o quinto maior gerador de postos de trabalho no mês de setembro.

No Estado, Curitiba lidera a criação de vagas em 2019, com saldo de 19.697; seguida por Maringá (4.888); São José dos Pinhais (2.972); Cascavel (2.930); Pato Branco (2.472) e Londrina (1.624).

Levando em consideração apenas os dados de setembro, os maiores crescimentos foram de Curitiba (1.984); Maringá (741); São José dos Pinhais (389); Londrina (344) e União da Vitória (322). O saldo de Pato Branco para o mês foi de 123 postos de trabalho.

Mesmo tendo saldo positivo nas contratações, no comparativo com o mês de agosto, quando foram registrados formalmente 330 trabalhadores, Pato Branco apresentou uma queda no número de contratações, o que resultou em uma variação de emprego de 0,44%.

Ao observar os setores produtivos, o destaque volta a ser a construção civil. O segmento nos últimos meses vinha registrando uma sequência positiva de contratações, contudo, no mês de setembro foi responsável pelo maior número de desligamento de trabalhadores, 32.

A variação negativa de 1,17%, é o resultado das 91 contratações, frente as 123 demissões. No entanto, o setor segue sendo o com melhor saldo de contratações no ano, 1.030 registros de trabalhadores.

Quem registrou o melhor saldo de registro de trabalhadores foi a indústria de transformação. Em setembro, 324 trabalhadores tiveram a carteira de trabalho assinada, frente o desligamento de 242 profissionais, o que resultou em um saldo de 82 postos de trabalho.

O setor ocupa no ano, a terceira melhor colocação no ranking de emprego no município, com saldo de 495 postos. A segunda colocação é do setor de serviços, que no mês de setembro teve saldo positivo de 21 postos de trabalho, mas que no ano, contabiliza 746, carteiras assinadas.

Sudoeste

O levantamento do Caged é feito apenas para municípios com população acima de 30 mil habitantes, portanto, no Sudoeste somente são relacionados além de Pato Branco, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão e Palmas.

No desempenho regional dos quatro municípios que tem os dados divulgados, Dois Vizinhos, foi o que apresentou o segundo melhor saldo de registros de trabalho me mês.

Foram 471 admissões, frente a 396 demissões, um saldo de 75 postos de trabalho no mês. No ano, o município totaliza 227 contratações.

Em Francisco Beltrão, o saldo do mês foi de 37 contratações, resultado de 777 admissões e 740 desligamentos. No ano, o município registra saldo positivo de 537 postos de trabalho.

O saldo positivo de 19 postos de trabalho no mês de setembro, em quase nada alteraram o saldo negativo do ano em Palmas. De janeiro a setembro, no município foram fechados 441 postos de trabalho.

Paraná

O Paraná criou 59.295 vagas formais de emprego entre janeiro e setembro de 2019. O Estado está entre os que mais geraram oportunidades de trabalho no País neste ano, junto com São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina. Houve crescimento de 2,28% no número de vagas abertas no mercado paranaense em relação ao mesmo período de 2018.

Em setembro, o Paraná registrou 9.218 novas vagas. Com ajuste sazonal, também nesse índice o Estado registrou crescimento em relação ao mesmo mês do ano passado e em relação a agosto deste ano, que teve 8.726 contratações.

Clique para comentar
Para cima