Saúde

Siso: terceiro molar ou dente do juízo

Os dentes do siso são os terceiros molares na linguagem odontológica, e na maioria das vezes não possuem função na cavidade bucal, sendo indicada sua remoção em decorrência da falta de espaço na arcada dentária para não ocasionar problemas estruturais.

Ocorre uma situação dolorosa para o paciente que terá de removê-los devido à perda da estrutura óssea, doença gengival, reabsorção do dente anterior e até mesmo cárie sub-gengival.

Normalmente este procedimento é indicado a profissionais especializados na área, ou aptos para realizar essa cirurgia, em virtude de apresentarem certo grau de dificuldade ao acesso, tanto na maxila quanto na mandíbula.

Vários problemas bucais são constatados nesta região, como processos inflamatórios, presença e acúmulo de placa bacteriana— ocasionando dor e mau hálito. Estes dentes, os terceiros molares (sisos), devem permanecer na boca somente quando o paciente possuir espaço nas arcadas para manter uma boa higienização, sendo funcional, caso contrário irá ocasionar acúmulo de bactérias, comprometimento dos dentes adjacentes, alteração na mordida ou oclusão dentária e até perda estética e funcional, devendo portanto ser removidos.

Normalmente estes dentes serão eruptados entre 16 e 23 anos de idade, sendo os últimos dentes a aparecerem na cavidade bucal. Um dente do siso eruptado parcialmente provoca sérias inflamações na gengiva, abscessos, edema, dor e irritação local, em decorrência da difícil higienização. Quando totalmente incluso, ou intraósseo, ocasiona reabsorção do dente vizinho, perda óssea e alteração na oclusão dentária.

A força de erupção dos sisos pode fazer com que dentes vizinhos fiquem desalinhados ou apinhados, sendo que o seu nascimento pode atrapalhar tratamentos ortodônticos.

Sempre o melhor é realizar a cirurgia com dentista habilitado para a área cirúrgica, com materiais e instrumentais específicos para tal e um bom exame radiográfico ou de imagem para avaliar a situação e concluir um diagnóstico.

Dependendo da avaliação e planejamento profissional, preconiza-se a remoção dos quatro dentes do siso em uma só sessão, pois existe a condição de somente um pós-operatório.

Procedimentos antes da cirurgia: bom diagnóstico radiográfico, investigação sobre a saúde geral do paciente e técnica cirúrgica apropriada.

Clique para comentar
Para cima