Pato Branco

Autorizada licitação da nova prefeitura de Pato Branco

Com aporte a fundo perdido, Estado investirá R$ 20 milhões na obra - Foto: José Fernando Ogura/AEN

Valor máximo estipulado para a obra é de R$ 28,539 milhões, sendo R$ 20 milhões de aporte Estadual

Com AEN

Foi assinado nessa segunda-feira (10) pelo governador Ratinho Junior, no Palácio Iguaçu, a autorização para a licitação da nova sede da prefeitura de Pato Branco.

Na obra o aporte de recursos do Governo do Estado será de R$ 20 milhões, a fundo perdido, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (Sedu), enquanto que o Município vai empenhar cerca de R$ 8,5 milhões, em contrapartida.

“Pato Branco cresceu demais nos últimos anos com a robustez do setor empresarial, o comércio e as empresas de tecnologia. A gestão pública precisa acompanhar esse desenvolvimento em duas fases: na modernização das práticas, na tramitação mais rápida dos processos, e no espaço físico. E também não pode ficar pagando aluguel”, afirmou o governador Ratinho Junior, que completou, “o Estado se desenvolve se as suas principais cidades tiverem força e competitividade”.

No mês de julho, o Palácio Iguaçu sinalizou para a assinatura da autorização de licitação da obra. Na oportunidade o prefeito Augustinho Zucchi destacou a economia que deve ser feita com a nova estrutura, uma vez que como o atual prédio, que foi inaugurado em 1968, não comporta toda a estrutura pública, o Município tem despesa aproximada de R$ 70 mil por mês com aluguel.

Nessa segunda, o prefeito agradeceu o governador por ter feito o repasse, principalmente a fundo perdido. “O governador honrou com a palavra empenhada”, disse ele agradecendo ainda o trabalho do chefe da Casa Civil, Guto Sila e do deputado Luiz Fernando Guerra.

Ele definiu a obra como, “ importante para a economia dos cofres públicos e moderna o suficiente para representar o futuro do nosso Município”, ele também lembrou que estrutura estava em seu Plano de Governo.

Nova estrutura

O projeto da nova prefeitura, foi apresentado oficialmente em outubro de 2017, e é assinado por seis profissionais que atuaram no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Pato Branco (IPPUPB). Já em novembro de 2019, quando o governador Ratinho Junior esteve no Município para a Inventum, foi lançada a pedra fundamental no terreno localizado no bairro Bortot.

Na estrutura possuirá mais de 12 mil metros quadrados, divididos em nove níveis. Nela, o Governo do Estado vai aportar R$ 20 milhões, com recursos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas. Haverá contrapartida de R$ 6 milhões do município. Como contrapartida o Município deve investir R$ 6 milhões.

“Pato Branco tem um paço municipal muito antigo e que não condiz mais com a necessidade da prefeitura. A nova sede ficará na região Norte, novo vetor de desenvolvimento da cidade, e foi projetada para ser sustentável. É um prédio moderno, com locais para pequenas reuniões e eventos”, afirmou Zucchi, ao pontuar que “teremos uma estrutura do tamanho que a cidade precisa para os próximos 50 anos”.

Manifestações

“A ótima gestão do município de Pato Branco não abriu só espaço para o município, mas trouxe também um novo olhar para todos aqueles que fazem a gestão municipal na região. Pato Branco é uma cidade que incorpora investimentos de toda a região. Então, eu fico bastante feliz em fazer parte desta conquista para a população, não só da cidade, mas de toda a região”, afirmou a deputada federal Leandre Dal Ponte, que participou da cerimônia e foi responsável por emenda parlamentar de R$ 1,5 milhão para a construção da infraestrutura que irá interligar a Via da Inovação com a Avenida Tupi. A estrutura dará acesso tanto para a área onde será construída a nova prefeitura de Pato Branco, quanto ao Pato Branco Shopping, na região do Bairro São Luis.

O deputado estadual, Luiz Fernando Guerra afirmou pelas redes sociais que Pato Branco é um polo de inovação e merecia há muito tempo um centro administrativo moderno e que abrigasse todas as secretarias e departamentos. “Agora esta possibilidade está começando a se tornar realidade.”

“Esta grande obra é muito importante porque não só beneficiará a população que poderá buscar por diversos atendimentos num único local, diminuindo o custo da máquina pública com o pagamento de aluguéis de prédios particulares para abrigar órgãos municipais, mas também porque vai gerar emprego e renda, movimentando a economia da cidade”, concluiu o deputado.

Encaminhamentos

De acordo com o Governo do Estado, a licitação ocorrerá nas próximas semanas e as obras devem começar ainda neste ano, com expectativa de conclusão em dois anos.

Na estratégia do governo, as obras devem ajudar a fomentar o emprego na construção civil e as vendas nas lojas de materiais de construção do município.

“O governador decidiu que devemos honrar os compromissos que já estavam acordados, mesmo diante da queda de arrecadação e da pandemia provocada pelo novo coronavírus. É uma obra de grande porte que vai gerar emprego e renda, além do consumo no comércio local”, destacou o chefe da Casa Civil, Guto Silva. “É uma obra que tem um legado especial para Pato Branco porque a cidade está remodelando seu crescimento em direção a esse centro cívico”.

Para o secretário de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega, a licitação responde a um compromisso assumido no começo da gestão e concretizado em novembro do ano passado, durante a interiorização da administração estadual em Pato Branco, quando foi lançada a pedra fundamental do edifício. “É um projeto importante, construído entre o município, a Assembleia Legislativa e o Governo do Estado. É uma obra moderna, com vários pavimentos, acessibilidade. Esse novo centro administrativo ficará para a história de Pato Branco”, afirmou.

Contorno de Pato Branco alcança 90% e será entregue em 30 dias

O Governo do Estado vai liberar nos próximos 30 dias o trecho de 5,2 quilômetros do Contorno Noroeste de Pato Branco. O investimento do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) foi de pouco mais de R$ 30 milhões e a obra avança para mais de 90%, restando apenas serviços complementares, plantio de grama e árvores, hidrossemeadura e as sinalizações horizontal e vertical.

O empreendimento interliga a BR-158 (ligação com Coronel Vivida, a sete quilômetros do primeiro viaduto urbano de Pato Branco), à PR-493 (sentido Itapejara D’ Oeste). O principal objetivo é desviar o tráfego pesado da área urbana do município e facilitar o escoamento logístico do Sudoeste. A obra conta com 20 mil toneladas de asfalto, uma ponte, um viaduto e uma rotatória.

Esse trecho prestes a ser entregue é o primeiro do contorno. A obra completa, ainda, prevê mais 14 quilômetros da rotatória até Vitorino, próximo da ponte do rio Caçadorzinho, já com destino a Francisco Beltrão. O projeto está pronto, conta com mais duas pontes, um viaduto e todas as licenças ambientais autorizadas.

O estudo executivo do traçado completo aponta que pelo menos 12% dos veículos que trafegam na PR-493 e 16% dos que circulam pela BR-158, no sentido Pato Branco, utilizarão o contorno futuramente. No novo trajeto também haverá uma rotatória, do tipo elipse, proposta para organizar o tráfego próximo à estrada municipal Irineu Bertani, —estrada rural que liga a comunidade de Independência e é acesso ao Aeroporto Juvenal Loureiro Cardoso.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima