Campanha “Imunize contra a fome” vai arrecadar alimentos em pontos de vacinação da covid-19

O Diário do Sudoeste e o Rotary Clube estão lançando a campanha “Imunize contra a fome – Ajude a encher o prato de quem precisa”. A campanha tem por objetivo arrecadar itens básicos, como alimentos não-perecíveis e materiais de higiene e limpeza, em pontos de vacinação da covid-19, como por exemplo em drive thru e unidades básicas de saúde, através de ação voluntária da população que vai se vacinar.

Esses alimentos serão doados para famílias em vulnerabilidade social que estão sofrendo com os impactos da pandemia, sem condições de adquirir alimentos.

A arrecadação começa neste sábado (10), quando idosos de 67 e 68 anos serão vacinados através do drive thru no Parque de Exposições de Pato Branco, das 8h às 11h.

“Vivemos um momento onde olhar para o próximo é muito importante, já que observamos uma crescente no número de pessoas passando por necessidades. Muitas destas necessidades são básicas, como o alimento para colocar no prato e alimentar a família. Assim, o Diário do Sudoeste, juntamente com a família Rotária quer motivar a doação de alimentos. Para isso lançamos a campanha ‘Imunize contra a fome’. Buscamos repetir em nossa comunidade regional, o que já vem ocorrendo em outras localidades, que as pessoas que se sentirem à vontade, no momento do recebimento da vacina contra a covid-19, entregue alimentos nos postos de vacinação, a contar, no caso de Pato Branco, da vacinação no Parque de Exposições neste sábado”, destacou André Almeida, diretor geral do Diário do Sudoeste.

De acordo com ele, tudo o que for arrecadado será destinado para a Assistência Social, que tem cadastradas as famílias que precisam de alimentos. “Como nós mesmos divulgamos esta semana, com base em dados da Secretaria de Pato Branco, nos últimos meses houve um aumento de inclusões de famílias no CadÚnico, e muitas das famílias que já eram cadastradas e que não pediam auxilio de cesta básica, começaram a fazer em meio a pandemia. Esta não é uma realidade apenas de Pato Branco. Muitos municípios do Sudoeste registram altas de pedido de alimento. Nosso objetivo é contribuir para amenizar a fome”.

Rotary

A coordenadora da campanha pela família Rotária, Terezinha Pasini de Almeida, ressaltou que o cenário de desemprego observado por causa da pandemia contribuiu na decisão de lançar a campanha.

“Percebemos que existe uma grande demanda de famílias que ainda não estão sendo assistidas pela Ação Social. Nem a Secretaria sabe exatamente onde estão essas famílias que estão hoje com essa necessidade. A ideia é suprir itens básico como alimentos, materiais de higiene e limpeza, através desse projeto, que estamos trabalhando desde 29 de março, que é a arrecadação de mil cestas básicas”, destacou.

Para agilizar o processo de arrecadação, o projeto do Rotary foi estendido aos pontos de vacinação, para que mais pessoas possam contribuir e ajudar a compor as mil cestas básicas, que irão ajudar as famílias necessitadas.

“O cenário indica que essa necessidade de alimentos deve ainda perdurar por alguns meses, e pode inclusive se agravar. Por isso contamos com a colaboração dos pato-branquenses, que são sempre solidários nessas campanhas”, enfatizou Terezinha.