Casos e notificações de dengue aumentam no Sudoeste

Mosquitos de Aedes aegypti são vistos no laboratório da Oxitec em Campinas

 Na área da 7ª Regional de Saúde, os três casos confirmados são registrados em Pato Branco; Mesmo antes do período de pico da dengue, município soma mais de 100 notificações da doença

Nos últimos dias, os casos confirmados e notificados de dengue aumentaram na região Sudoeste. Conforme o último boletim epidemiológico da dengue, emitido pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), há 10 casos da doença na região e outros 503 notificados.

Os dados desta semana apontam para um aumento nos índices da doença na região. Em comparação com o último boletim epidemiológico, houve um crescimento de dois casos confirmados e de 136 notificações. 

A 8ª Regional de Saúde, que abrange 27 municípios do Sudoeste, é responsável pela maior parte dos casos na região. Na micro, existem sete casos confirmados e 389 notificados. Já na área da 7ª Regional, composta por 15 localidades, somam-se 114 notificações e três casos confirmados.

Pato Branco

Na área da 7º Regional de Saúde, Pato Branco é o município responsável pelos únicos três casos confirmados de dengue e por 96 das 114 notificações em toda micro.

De acordo com o coordenador de controle de endemias no município, Juliano Josias Santos, Pato Branco ainda não está no período de pico. Por isso, como ele explica, é importante os cuidados de prevenção contra o Aedes Aegypti, para evitar que os casos aumentem no município.

Ainda segundo Santos, não há uma região em específico com maior número de notificações da doença. Como ele conta, os casos suspeitos estão bem espalhados pela cidade. “Tanto que os casos confirmados de dengue são um no bairro Cristo Rei, outro no Parque do Som e outro no São Luiz”.

“Quando um caso positiva, nós fazemos a atividade de bloqueio de caso. Então, pegamos todos os agentes (hoje 28 profissionais na ativa) e fazemos fazer uma área de 300 metros de bloqueio, tanto na residência do paciente quanto no local de trabalho”, finaliza.

Dengue no Paraná

O boletim semanal da dengue publicado nesta terça-feira (11) pela Secretaria de Estado da Saúde registra 613 casos confirmados. São 61 casos a mais que o informe anterior. Os dados são do 20º Informe Epidemiológico, do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1º de agosto e deve seguir até julho de 2022.

Até o momento, 298 municípios registraram notificações de dengue, destes 109 confirmaram a doença, sendo que 79 municípios com casos autóctones, ou seja, a dengue foi contraída no município de residência.

Segundo informações do boletim, os sorotipos Denv1 e Denv2 circulam no Paraná, mantendo a mesma tendência observada no período epidemiológico anterior.

O Informe também ressalta que há risco climático alto para proliferação do vetor transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya nas regiões litorânea e noroeste, por isso é importante que a população esteja atenta na eliminação de focos do mosquito.

Fonte: Sesa

Foto: Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.