Com mais uma vitória magra no Paulistão, Corinthians derrota o Audax em Osasco

Se o Corinthians versão 2016 não tem apresentado o bom futebol do ano passado, pelo menos vitórias magras a equipe tem conseguido. Nesta quinta-feira, a equipe bateu o Audax por 1 a 0, no estádio José Liberatti, em Osasco (SP), e chegou à segunda vitória seguida no Campeonato Paulista – na estreia, o time já havia derrotado o XV de Piracicaba pelo mesmo placar.

Após um bom início de jogo, o Corinthians caiu muito de produção e chegou a passar sufoco durante boa parte do segundo tempo. Só não levou o gol de empate porque, apesar de sobrar ousadia ao Audax, falta qualidade ao time de Osasco. Recém-contratados, o meia Guilherme e o volante Willians fizeram as suas estreias nesta quinta-feira, porém pouco acrescentaram à equipe.

No Audax do técnico Fernando Diniz é proibido dar chutão. O problema é que a equipe errava muitos passes e marcava mal. Em apenas 10 minutos de jogo, o Corinthians já havia criado quatro oportunidades de gol. Na quinta chance, aos 12, Uendel abriu o placar. Rodriguinho deu ótimo passe para o lateral pela esquerda nas costas da defesa. Ele invadiu a área e chutou forte por baixo do goleiro Felipe Alves.

Mesmo em desvantagem, o Audax não mudou a sua estratégia e continuou tentando sair da defesa trocando passes de pé em pé desde a sua área. Sem fôlego para manter a marcação pressão dos minutos iniciais, o Corinthians ainda era melhor no jogo, mas já não chegava mais no ataque com tanta frequência.

A equipe só voltou a ter uma chance clara aos 22 minutos. Fagner disparou pela direita e cruzou para Lucca, que bateu de primeira e acertou o travessão.

No segundo tempo, o Audax voltou melhor e complicou a vida do Corinthians. O time de Osasco não jogava mais na defesa na tentativa de atrair o rival alvinegro e buscar o contra-ataque. Melhor posicionado, passou a manter a bola no campo de ataque e, assim, dificultava a saída corintiana. O técnico Tite, então, resolveu mexer na equipe. O treinador tirou Danilo e colocou Guilherme. Com a mudança, a equipe deixou de jogar com um centroavante.

A alteração, no entanto, não surtiu o efeito desejado. A maior dificuldade do Corinthians estava na criação das jogadas e não no ataque. Por isso, Tite trocou Lucca por Marlone aos 35 minutos. Logo no minuto seguinte, Elias quase fez o segundo gol. De frente para o gol, o volante bateu no canto esquerdo do goleiro, que espalmou rente à trave pela linha de fundo.

Depois, foi a vez de Willians, ex-Cruzeiro, fazer a sua estreia com a camisa alvinegra. O volante, no entanto, entrou no lugar de Elias só para reforçar a marcação e segurar o placar até o apito final.

FICHA TÉCNICA

AUDAX 0 x 1 CORINTHIANS

AUDAX – Felipe Alves; Francis, André Castro (Márcio Diogo), Bruno Silva e Léo Bahia (Felipe Diadema); Camacho, Tchê Tchê e Rodrigo Andrade; Mike (Rodolfo), Ytalo e Bruno Paulo. Técnico: Fernando Diniz.

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Romero, Elias (Willians), Rodriguinho e Lucca (Marlone); Danilo (Guilherme). Técnico: Tite.

GOL – Uendel, aos 12 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Bruno Paulo (Osasco); Yago (Corinthians).

ÁRBITRO – Thiago Duarte Peixoto.

RENDA – R$ 269.660,00.

PÚBLICO – 6.399 pagantes.

LOCAL – Estádio José Liberatti, em Osasco (SP).

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima