Conmebol aumenta premiação da Libertadores e abre mão de taxa da renda dos jogos

A Conmebol decidiu agir para conter a insatisfação dos clubes participantes da Copa Libertadores com as premiações e anunciou que as equipes vão receber US$ 600 mil (aproximadamente R$ 2,4 milhões) por jogo disputado como mandante na fase de grupos – são três partidas, o que totaliza uma receita de US$ 1,8 milhão (R$ 7,1 milhão).

Até o ano passado, os clubes recebiam metade do valor – US$ 300 mil (R$ 1,2 milhão) – por partida como mandante na fase de grupos. E o novo valor é US$ 150 mil (R$ 590 mil) a mais do que havia definido em dezembro. A situação gerou insatisfação dos principais times sul-americanos, que chegaram até ameaçar a Conmebol com um boicote ao torneio.

Além disso, a Conmebol anunciou que deixará de cobrar uma taxa de 10% da renda bruta de cada partida da Libertadores. “Estas medidas respondem a uma solicitação feita para a confederação no final de janeiro pelos cabeças de chave da Libertadores para mudar o regime de distribuição das receitas às entidades participantes do torneio”, disse a confederação, através de comunicado oficial.

Segundo a Conmebol, agora a divisão das receitas se tornou semelhante aos de outros torneios continentais pelo mundo. “A melhoria para os clubes representa uma distribuição total de mais de 70% das receitas de contratos de transmissão, publicidade e patrocínio de competições de clubes continentais. Este novo valor é semelhante às competições organizadas por outras confederações”, comentou.

A edição de 2016 da Copa Libertadores já tem quatro clubes brasileiros garantidos na fase de grupos: Corinthians, Atlético Mineiro, Grêmio e Palmeiras. O São Paulo tentará passar pelo peruano Cesar Vallejo, pela primeira fase, para se juntar a eles.

Com a definição das novas cotas, o campeão continental poderá ganhar US$ 7,75 milhões (R$ 30,6 milhões, se iniciou o torneio nos grupos) ou US$ 8,15 milhões (R$ 32,2 milhões, caso tenha começado na primeira fase, como o São Paulo).

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima