Evento online sobre Cosmologia e Ufologia será realizado nesta semana

De 6 a 8 de maio, às 19h30, será realizado o 3° Cosmovni – Encontro de Cosmologia e Ufologia promovido pelo Grupo Ufológico Pato Branco (Patovni), entidade dedicada ao estudo desses temas.

Segundo o coordenador do grupo, Prof. Dr. Flori Antonio Tasca, o evento será online, pela plataforma ZOOM. As inscrições são gratuitas, com Diego Tesser, através do Whatsapp (41) 99573-9288. São 100 vagas disponíveis para participação.

De acordo com o programa, na quinta-feira (6) na abertura do evento haverá uma conferência com Marco Petit, ufólogo reconhecido internacionalmente, escritor, autor de 12 livros ufológicos e conselheiro do Patovni, sobre a Vida Extraterrestre e Revelação Iminente.

Tasca explicou que Petit se dedica há décadas à ufologia e faz pesquisas que levam em conta imagens publicadas pelas agências espaciais, como a Nasa e a Agência Espacial Europeia.

O objetivo das pesquisas é identificar através das imagens a presença de anomalias nos corpos celestes do Sistema Solar, como, por exemplo, ruínas de construções na lua e no planeta Marte, assim como artefatos não humanos em vários pontos do Sistema Solar, inclusive nas luas de Júpiter, Saturno e em asteroides.

Na sexta-feira (7) a conferência será sobre Fenômenos Espaciais, com o engenheiro sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), ufólogo e conselheiro do Patovni, Ricardo Varella.

No sábado (8) acontece a conferência Fundamentos da Exopolítica, ministrada pelo educador, filósofo, jurista e coordenador do Patovni, Flori Antonio Tasca.

A Exopolítica é um novo ramo do conhecimento das Ciências Sociais que parte do pressuposto de que a humanidade não é a única raça inteligente do Universo. “Pelo contrário, há uma multiplicidade de raças, e na iminência de um contato público, ostensivo e formal da humanidade com outras inteligências dará lugar a uma nova maneira de enxergar a própria existência, e haverá necessidade de haver relações políticas com as outras inteligências”, explicou.