Pato Branco

Idosos acima de 89 anos serão vacinados amanhã no sistema drive thru

Redação com assessoria

A equipe de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde de Pato Branco inicia a vacinação contra a covid-19 em idosos de 89 anos, acamados e não acamados.

No caso dos pacientes acamados, familiares ou responsáveis realizaram até a sexta-feira (19), o agendamento para a vacinação em domicílio.

Já, com relação aos idosos em boas condições de saúde, será possível imunizar 93 idosos. O que vai acontecer nesta terça-feira (23), no sistema drive thru.

A ação será das 13h30 às 18h, na unidade do Sesc Pato Branco. A entrada, conforme cronograma, será pelo portão do Sesc e a saída pelo portão do Senac.

Para receber a vacina, os idosos deverão apresentar documento de Registro Geral (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência no município de Pato Branco e carteira de vacina, se tiver.

A equipe de saúde solicita que é importante a presença de acompanhante e recomenda que o idoso esteja no banco do passageiro, com o braço direito livre para facilitar a ação.

Doses limitadas

Neste momento, estão sendo disponibilizadas 93 doses para a imunização de idosos com mais de 89 anos. De acordo com a equipe de saúde de Pato Branco, caso termine as doses e ainda tem idoso a ser vacinado nesta faixa etária, o seguimento acontecerá mediante recebimento de novas dose.

Vacinas de vento

Ao mesmo tempo em que as vacinas começaram a ser aplicadas em todo o Brasil, uma série de relatos de falsa vacinação, ou também chamado de vacinas de vento, foram observadas.

Até o momento, segundo o Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR), o número de reclamações é baixo. O caso que veio a público, foi registrado em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. Após ter observado que não foi imunizada, a profissional de saúde, recebeu a dose.

Em entrevista à CNN Brasil a coordenadora da Câmara Técnica de Atenção à Saúde do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Viviane Camargo, afirmou que, em virtude dos casos de falsa aplicação das vacinas, o conselho determinou que a aspiração do imunobiológico para dentro das seringas deverá ser acompanhada de perto pelos pacientes ou seus acompanhantes.

“Não era um hábito nosso porque, até pela quantidade de pessoas que precisam ser vacinadas, a gente já deixava preparado o imunizante dentro da seringa. Isso é possível de ser feito. A gente deixava preparada dez doses, todas aspiradas dentro das seringas. Com este momento que a gente está vivenciando, a gente tem pedido que este procedimento de aspiração do imunizante seja feito na presença do paciente, do idoso ou do familiar, para que não haja nenhuma dúvida em relação ao que está acontecendo ali”, afirmou Viviane.

O conselho tem orientado que as pessoas acompanharem todo o processo, desde a aspiração do frasco de imunizante, depois o líquido dentro das seringas, até o procedimento final, quando as seringas devem estar vazias e a pessoa, de fato, receberam a dose da vacina.

“Ele [paciente] tem direito de ter os dados da pessoa que está administrando esse imunizante e de filmar ou registrar este procedimento. Se o profissional permitir, ele pode filmar, inclusive, o profissional”, explica.

Em casos de suspeita de que a administração não tenha ocorrido de forma correta, existem órgãos responsáveis que estão recebendo as denúncias e fazendo a investigação dos casos.

“Caso ele [paciente] identifique que qualquer problema pode ter acontecido durante esse procedimento, deve denunciar isso aos conselhos regionais de enfermagem, também pode denunciar ao conselho federal de enfermagem e, também, ao Ministério Público”.

Depois de apurado, se ficar comprovado que o profissional de enfermagem agiu de má fé, ele poderá sofrer graves punições. “A gente vai chegar a um resultado que pode levar, inclusive, à cassação do direito de exercer a profissão, caso seja identificado que isso, por exemplo, aconteceu de forma intencional”.

“A gente tem orientado os profissionais a ter uma maior atenção neste procedimento, considerando que pode ter ocorrido alguma coisa não intencional, que é o que a gente espera de fato”, complementa.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima