Pato Branco

Jovens estudantes arrecadam livros para biblioteca comunitária

Em um final de semana, grupo coletou mais de 50 livros - Foto: Arquivo pessoal

Os moradores de Pato Branco vão ganhar uma biblioteca comunitária nos próximos meses. Idealizado por sete jovens estudantes, inspirados pelas bibliotecas de rua de comunidades de São Paulo (SP), a ideia vem ganhando vida e o que era apenas um sonho começou a sair do papel na última semana. A intenção inicial, é que a biblioteca seja alocada no bairro Planalto.

Segundo o estudante de história, Rafael Mello, um dos idealizadores do projeto, a execução ainda está na fase inicial de coleta de livros, mas já vem colhendo frutos.

A arrecadação que começou no último sábado (20), já conseguiu mais de 50 exemplares e está repercutindo muito bem. Visando oferecer gêneros variados e com intenção de também proporcionar materiais para estudo pré-vestibular, Mello conta que já recebeu contatos de pessoas de toda a região para doar livros para a iniciativa.  

O nome da biblioteca ainda não foi definido, mas ele já adianta: “Estamos no processo de escolha do nome, o nosso coletivo é formado por pessoas de diversos lugares do Brasil e algumas aqui da cidade, são pessoas que estão envolvidas com a luta antirracista, na causa LGBTQI+, indígena e por aí vai, inspiração para nomes é o que não falta.”

O estudante conta que o grupo pretende inaugurar a biblioteca nos próximos meses e vai funcionar de forma bem simples. Um cadastro vai ser feito no nome de quem tem intenção de emprestar o livro e pode ficar o tempo que achar necessário para a leitura. “Temos como objetivo levar acesso à leitura para moradores dos bairros mais afastados, é importante tirar esse pensamento de que só quem tem acesso aos livros é quem pode comprar, queremos leitura para todos”, diz.

O jovem espera que essa iniciativa possa trazer outras ideias de cunho social para Pato Branco “Esperamos que nosso projeto possa ajudar cada vez mais pessoas e aumentar ainda mais o conhecimento da população, trazendo mais oportunidades para os jovens”, afirma.

Mello pontua que o local da biblioteca ainda não foi definido, mas o grupo está estudando a possibilidade de atuar junto com a Feira Orgânica do bairro, que acontece toda sexta-feira, das 17h às 21h, no bairro Planalto. “A biblioteca no bairro Planalto é a ideia inicial, no futuro pensamos em levar para outros bairros da cidade.”   

Para doar livros basta entrar em contato com Rafael Mello através do telefone (46) 999316053 ou Eduardo Ruaro no número (46) 999852274.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima