Devido a pandemia a tradicional Festa de São Pedro não vai acontecer, mas algumas celebrações acontecerão para comemorar a data

A Paróquia São Pedro Apóstolo de Pato Branco divulgou ao Diário do Sudoeste na sexta-feira (21) a programação da Celebração de São Pedro deste ano. Por conta da pandemia, a tradicional festa não vai ocorrer, mas algumas festividades serão realizadas com todos os protocolos estabelecidos para o enfrentamento da pandemia da covid-19.

“Pelo momento que estamos vivendo não teremos novamente a nossa festa tradicional, mas vamos poder matar um pouquinho da saudade de algumas coisas que a gente sempre faz na festa”, comenta Leila Zanini, coordenadora do Conselho Administrativo da Paróquia São Pedro.

Celebrações religiosas

A Novena de São Pedro será realizada a partir do dia 20 de junho, no horário das 19h30 com a participação de pastorais, movimentos e a comunidade.

“Os protocolos permitem hoje que a gente possa continuar com as nossas celebrações religiosas, estamos sempre atentos as orientações, sejam do Estado ou do Município, a nossa previsão então é que possamos fazer toda a novena em honra a São Pedro”, afirma Frei Alex Sandro Ciarnoscki, pároco da Matriz São Pedro Apóstolo.

No dia 27, a missa será realizada às 8h, e logo após terá uma benção dos automóveis. “As pessoas vão poder passar em frente ao salão São Pedro e nós freis vamos invocar as bênçãos de Deus sob os automóveis”, acrescenta Frei Alex.

No dia 29, uma terça-feira, Dia de São Pedro, feriado em Pato Branco as celebrações religiosas vão acontecer em três horários diferentes para evitar aglomerações. A primeira missa do dia, será realizada às 8h, já no turno da tarde a celebração será às 15h, e a última missa do dia acontecerá às 19h30.

Também na terça, após a celebração da manhã será realizado pelas ruas de Pato Branco um passeio com a imagem de São Pedro, o ato será acompanhado pelo Clube dos Carros Antigos. “Não será uma carreata, será um momento de invocação de benção, e poderemos assim, dentro dos protocolos da saúde, celebrar, fazer nossa parte religiosa em honra a São Pedro, o nosso protetor”, destaca Frei Alex.

Tradicional buchada

A entrega da típica buchada vai acontecer nos dias 11 e 18 de junho, de acordo com Leila foram realizadas reuniões com a Vigilância Sanitária e todos os protocolos foram acertados. “Teremos os nossos colaboradores que estarão manipulando os alimentos e vamos fazer teste de covid-19 em todos eles, e tomando todos os cuidados de higienização, com luva, máscara, álcool em gel, controle de temperatura”, garante.

A partir das 16h a população poderá retirar a buchada e cucas, no pavilhão São Pedro. “As pessoas vêm e compram seu ingresso, retiram e vão para casa partilhar com seus familiares”, informa Leila.

Kit churrasco

Tradicionalmente no dia 29 ocorria a Festa de São Pedro com toda a comunidade presente, mas esse ano não será possível a realização da confraternização.

Porém, no feriado, a Paróquia realizará um drive-thru, na rua Goianases com a entrega de um kit churrasco, que contempla até quatro pessoas adultas.

“Estaremos com o auxílio do Depatran, fazendo a condução dos carros e das filas, com objetivo de no máximo uma hora e meia conseguirmos fazer a entrega de todos os kits”, explica Leila.

Bingo eletrônico

A coordenação dos festejos também se organiza para a realização de um bingo eletrônico no dia 29, a partir das 18 horas e será transmitido pelas redes sociais da Paróquia. Os prêmios ainda não foram definidos, pois a equipe ainda está em busca da premiação. “Mas ao longo da próxima semana já teremos definido as premiações e logo a população vai poder adquirir o bingo de São Pedro, e novamente se divertindo em família, colaborando e experimentado esse reinvento que a pandemia trouxe para nós”, finaliza Leila.

Preocupações

Frei Alex afirma que a principal preocupação é cuidar da vida e saúde das pessoas, por esse motivo nenhum festejo será realizado dentro do pavilhão.

“Nossa festa de São Pedro completaria 90 anos, mas nós sabemos que não é possível realizar a celebração, mas não queremos passar despercebido essa data tão importante para a nossa cidade, então vamos rezar em comunidade, vamos poder experimentar o bucho tradicional nas nossas casas e vamos poder nos divertir em família participando do bingo, através das redes sociais”, finaliza Frei Alex.