covid-19

Pato Branco terá novo programa atuando no combate ao coronavírus

Durante reunião do Comitê Gestor de Enfrentamento ao Coronavírus, foi anunciado o programa Alertar, que tem por objetivo monitorar pacientes com a doença, assim como suspeitos e pessoas próximas

Na manhã dessa terça-feira (4), após reunião do Comitê Gestor de Enfrentamento ao Coronavírus, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, anunciou novas medidas no Município.

Segundo Zucchi, a partir da próxima segunda-feira (10) será dado início ao programa Alertar, que tem por objetivo monitorar os pacientes positivados para Covid-19, assim como pessoas próximas aos contaminados. O programa, funcionará a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e o curso de medicina do Centro Universitário de Pato Branco (Unidep).

O Alertar, trabalhará o acompanhamento dos pacientes através do oxímetro — um equipamento médico que na prática, mede de modo indireto a quantidade de sangue transportando no corpo. “Vamos fazer o acompanhamento de todos que estão em investigação. Estaremos visitando as residências, não só dos positivados, mas do entorno, ou seja, se alguém testar positivo, os seus contatos e familiares também serão acompanhados pela nossa equipe”, explicou Zucchi contando que o equipamento foi doado ao Município.

A partir de segunda, três equipes, compostas por profissionais da saúde do Município e estudantes do curso de medicina da Unidep, trabalharão durante todo o dia no monitoramento dos pacientes.

Para auxiliar no trabalho, positivados, suspeitos e pessoas próximas responderão a um questionário sobre seu estado de saúde. O objetivo é saber o desenvolvimento dos sintomas em cada pessoa atendida. “Acho que [com o programa] vamos dar um passo muito grande para evitar que as pessoas tenham um agravamento e vão para a UTI. Isso também irá segurar um pouco a ascendência da doença no nosso município.”

Alterações

Durante a reunião do Comitê, a equipe de fiscalização da Vigilância Sanitária de Pato Branco informou que com as novas alterações no horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais no Município, publicadas em Diário Oficial no último sábado (31), as ocorrências de descumprimento dos decretos municipais que visam o combate ao coronavírus, diminuíram.

Segundo a chefe da Divisão de Vigilância Sanitária, Cirlei dos Santos, com a flexibilização, a fiscalização, durante o fim de semana, foi mais tranquila. “Porém, ainda percebemos na população a ansiedade de sair de casa para ir as lojas. Então, pedimos aos comerciantes que procure controlar a capacidade interna do seu estabelecimento, independente do ramo de atividade”, orientou.

Uma das principais preocupações com a flexibilização de horários, era que o os ônibus de transporte coletivo viessem a lotar nos horários de pico. No entanto, como informou Zucchi, “não houve uma alteração significativa também, porém continuam sendo monitorados os ônibus.”

Crescente de casos

Conforme a secretária municipal de Saúde de Pato Branco, Márcia Fernandes de Carvalho, o Município, assim como todo o estado do Paraná, está passando pelo seu pico de contágio da doença. Segundo ela, o pico deve durar por mais quatro semanas, ou seja, até o fim do mês de agosto.

Márcia enfatizou a importância dos cuidados de prevenção neste momento. “É importante que a população como um todo nos ajude bastante para que possamos verificar e tentar frear esse pico, mas principalmente evitar a gravidade maior ainda”, disse.

Clique para comentar
Para cima