Pato Branco

Prêmio de R$ 200 mil do Nota Paraná de janeiro é sorteado para Pato Branco

Após o sorteio do programa Nota Paraná, de outubro de 2020, onde uma pessoa de Pato Branco foi sorteada com R$ 200 mil, e edição de janeiro de 2021, voltou a premiar um pato-branquense com o mesmo valor.

O sorteio aconteceu na manhã da segunda-feira (11), quando além do morador de Pato Branco, também foi sorteado um de Paranaguá com o valor de R$ 200 mil, e o prêmio de R$ 1 milhão para um morador de Curitiba.

Além desses prêmios, foram sorteados 100 prêmios de R$ 10 mil e 40 mil prêmios de R$ 10. Segundo a coordenação, ainda esta semana os vencedores serão notificados pela coordenação do programa e terão os valores depositados nas contas correntes cadastradas.

No total, foram sorteados R$ 5 milhões referentes as notas emitidas nas compras de setembro – R$ 2,8 milhões para cidadãos que colocaram o CPF na nota fiscal e R$ 2,2 milhões para instituições da sociedade civil sem fins lucrativos cadastradas no programa.

Para as instituições, foram 10 prêmios de R$ 20 mil e 20 mil prêmios de R$ 100.

Mensalmente o Nota Paraná distribui, através dos sorteios, 40.103 prêmios aos cidadãos cadastrados, totalizando um valor de R$ 2,8 milhões.  Para as entidades assistenciais cadastradas são 20.010 prêmios, totalizando R$ 2,2 milhões.

Para participar, basta se cadastrar no site e aderir ao regulamento. Ao solicitar seu CPF na nota você ganhará um bilhete eletrônico pela primeira compra do mês. Depois, a cada R$ 200,00 em notas fiscais dá o direito a um bilhete para o sorteio de seu respectivo período de adesão. Os prêmios do sorteio poderão ser utilizados para abater do IPVA ou creditados na conta bancária do premiado.

Créditos

Neste mês foram liberados R$ 24,2 milhões, sendo R$ 21,9 para consumidores com CPF identificado e R$ 2,3 milhões para organizações sociais cadastradas e que receberam doações de notas fiscais. 

Esse valor é o maior desde março de 2020 e representa um acréscimo de R$ 3 milhões em comparação ao valor restituído mês de dezembro, que foi de R$ 21 milhões.

Após a queda registrada durante os meses de abril a outubro, devido à pandemia, os valores voltaram a subir à medida que a atividade econômica do país volta gradativamente à normalidade.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima