Pato Branco

Secretaria de Saúde realiza mudanças no atendimento das Unidades Básicas de Saúde em abril

Pedido é para que a população fique atenta aos cronogramas das UBS - Crédito: Divulgação

Alta demanda de atendimento na linha de frente no enfrentamento do novo coronavírus exige readequações no sistema de saúde de Pato Branco

O atual cenário de sobrecarga nos hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Unidades de Atendimento ao covid, chamadas de unidades sentinelas, está gerando diversas mudanças nos serviços ofertados pela Secretaria de Saúde de Pato Branco, para poder fornecer os atendimentos necessários ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Entre os serviços afetados, estão os atendimentos das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, que precisou se readequar e remanejar os servidores públicos, pois o tratamento dos infectados por covid-19 tem exigido um número maior de profissionais a cada dia.

A possível causa desse aumento de casos e da maior gravidade apresentada pela doença, segundo Max Dobrovolski, diretor do Departamento de Atenção à Saúde, pode ter relação a variante P1, já confirmada no Paraná. “Embora não possamos afirmar quanto a Pato Branco, pois o sequenciamento genético não tem sido feito na cidade, o número de casos com rápido agravamento e maior transmissibilidade demonstra que é possível que a variante já esteja circulando por aqui”, afirma ele.

A necessidade maior de profissionais realocados nos serviços que atendem pacientes acometidos pela covid cresce à medida que a doença tem evoluído para formas mais graves rapidamente e demandando um tempo mais longo de tratamento e internações. Além disso, Dobrovolski afirma que muitos servidores foram afetados pelo vírus ou pertencem ao grupo de risco e precisaram se afastar de seus cargos.

Para ajudar a enfrentar a alta demanda de internações, foi criada no bairro Novo Horizonte uma Unidade Sentinela somente para pacientes com covid e uma enfermaria de retaguarda para UPA24h, onde foi realizada uma reestruturação do espaço para dar continuidade aos atendimentos das urgências gerais e outra apenas para sintomáticos respiratórios.

Dobrovolski afirma que para todos esses atendimentos necessários durante o cenário que enfrentamos, foi necessário que profissionais das equipes de Saúde da Família dos bairros fossem remanejados para a linha de frente, pois mesmo com processos seletivos para contratação temporária de médicos e enfermeiros, a demanda necessária não seria suprida.

Considerando todas as outras demandas de rotina de saúde que já existiam anteriormente, a Secretaria de Saúde montou estratégias para o mês de abril, visando ofertar os profissionais necessários ao atendimento do Covid, tentando evitar maiores prejuízos dos serviços já existentes nos bairros.

Perante a situação preocupante que vem sendo enfrentada no Brasil, Dobrovolski faz um apelo à população, afirmando que os servidores públicos estão trabalhando incansavelmente, alguns exclusivamente na linha de frente, enfrentando cada dia mais desafios. “Precisamos trabalhar diariamente para convencer a população de que ainda não acabou e que não é brincadeira”, diz. “A doença tem acometido cada vez mais jovens e tem se tornado mais agressiva e duradoura, precisamos da ajuda de todos para ter sucesso nessa situação”, finaliza.

Confira como estão os atendimentos nas Unidades de saúde da família:

  • Consultas: As consultas médicas, de enfermagem e odontológicas nas Unidades de Saúde serão restritas apenas para urgências, emergências, pré-natal, vacinação, primeira consulta do recém-nascido e renovação de receitas controladas.
  • Devido a realocação dos profissionais das equipes de estratégia e saúde da família para o atendimento de pacientes na UPA24h, a Secretáaria de Saúde informa que algumas Unidades de Saúde estarão fechadas durante os seguintes períodos:

Semana Equipes

29/3 a 2/4 Interior e Bortot

5/4 a 9/4 Pinheirinho e Morumbi

12/4 a 16/4 São João e Fraron

19/4 a 23/4 Novo Horizonte e São Cristóvão

26/4 a 30/4 Planalto

3/5 a 7/5 Alvorada e Vila Esperança

Nos períodos que a Unidade estará fechada, os profissionais estarão alocados em outros setores de atendimento ao covid-19, como:

  • Unidade Sentinela no Bairro Novo Horizonte;
  • UPA 24 Horas;
  • Monitoramento de sintomáticos respiratórios;
  • Programa AlertAR (atendimento presencial aos pacientes monitorados pelo programa);
  • Teleatendimento do programa AlertAR;
  • Monitoramento pós covid-19;
  • Coleta de material para exame PCR e antígeno;
  • Atendimento no CAPS;
  • Visita domiciliar aos pacientes em uso de oxigênio pós covid-19;
  • Visitas: As visitas domiciliares dos agentes comunitários de saúde estão sendo realizadas apenas para os grupos prioritários (gestantes, puérperas, crianças, hipertensos, diabéticos e idosos), conforme a necessidade, mantendo distanciamento social e utilizando EPI’s.
  • Usuários vindos de outros municípios devem entrar em contato com a unidade de saúde de sua referência para o cadastramento, que será realizado pelo ACS em domicílio.
  • A Unidade do Novo Horizonte atenderá na Academia de Saúde do Pinheirinho provisoriamente em regime de escala das 7h às 19h.
  • Vacinação: A vacinação de rotina está mantida em todas as unidades, com exceção das unidades do Novo Horizonte, onde os pacientes podem ser atendidos na Unidade de Saúde do Pinheirinho e ESF Central, atendimento na sala de vacina, em anexo ao Mãe Patobranquense.
  • Para a vacina do covid-19, conforme a disponibilidade de doses enviadas pelo Estado, o setor de imunização informa a faixa etária a ser aplicada e as unidades de saúde dos bairros agendam a vacinação por telefone. Idosos que pertencem a região central serão contemplados no drive-thru, enquanto os idosos acamados terão sua vacinação realizada em domicílio.
  • Atendimento Odontológico: O atendimento está restrito à urgência e será ofertado em regiões estratégicas. Orienta-se aos usuários procurem unidades de atendimento mais próximos de sua residência ou de melhor acesso.
Atendimento odontológicoHorários
Unidade Planalto7h30 às 11h30 e 13h às 17h
Unidade Fraron7h30 às 11h30 e 13h às 17h
Unidade São Cristóvão7h30 às 11h30 e 13h às 17h
Unidade Morumbi7h30 às 11h30 e 13h às 17h
Ambulatório Central7h às 19h

Segundo a Secretaria da Saúde de Pato Branco, essa programação já está sendo realizada e é temporária, podendo mudar a qualquer momento. A intenção é que os atendimentos no município retornem ao normal assim que os números de infectados pelo novo coronavírus diminuam.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima