Pato Branco

Veja mais manifestações sobre a morte de frei Felipinho

Foto: Arquivo Câmara de Pato Branco

Após notícia do falecimento de Frei Felipinho, na manhã desta terça-feira (16), após complicações causadas pela covid-19, muitas pessoas se manifestaram sobre sua morte.

No Twitter, Guto Silva, chefe da Casa Civil, lamentou pelo falecimento e disse ser uma grande perda para Pato Branco. “Sempre dedicado à população da nossa cidade! Descanse em paz e esteja ao lado do nosso querido Frei Policarpo”, falou.

Na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o deputado  Luiz Fernando Guerra apresentou votos de pesar pelo falecimento do frei.

“Na convivência fraterna perdemos um irmão, alguém que prezava por estar com os confrades. Hoje, somos agradecidos a Deus que nos deu este irmão na vida franciscana! Frei Felipe, repouse na Paz e no Bem e intercede a Deus por nós! Que o Senhor o acolha em sua morada definitiva, para o descanso eterno junto Àquele que, em vida, Frei Felipinho procurou exemplar e entusiasticamente servir com fé, vibração, ardor e amor contagiante´´, ressalta o deputado.

Renomado autor de inúmeros livros, entre eles Novenas temáticas, Frei Felipinho foi um zeloso vigário paroquial eum grande comunicador na TV Sudoeste e nas rádios Celinauta e Movimento. Era um apóstolo incansável, dedicando-se até o limite de suas forças buscando colaborar na missão do Senhor. Seu carisma e facilidade para lidar com o público fez com que ele fosse convidado para participar do extinto Programa do Jô, na TV Globo, conquistando o público com sua participação.

O religioso apresentava o programa Bênção do Meio-Dia na TV Sudoeste, emissora integrante da Rede Celinauta de Comunicação. De Bíblia na mão e vestido a rigor, em poucos minutos ele contagiava a audiência, em especial, o público infantil. Para marcar o final de seu programa o frei abençoava o planeta com todas as criaturas, a cidade e o campo, o trabalho e o pão na mesa.

“Em nome da Alep, associamo-nos ao sentimento coletivo de pesar de todos fiéis cristãos patobranquenses e sudoestinos que eram confortados por suas palavras de fé, carinho e motivação. Sempre disponível, disposto, alegre e vibrando conosco, seu grande legado é sua alegria franciscana e sua autenticidade. Descanse em Paz e na graça do Bom e Misericordioso Deus ao qual serviu com amor e ardor missionário. Que todo o bem realizado em nossa Diocese de Pato Branco e à Fraternidade São Pedro Apóstolo seja recompensado com o merecido lugar reservado aos seus amados´´, reforça o deputado.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima