Vigilância em Saúde realiza reunião sobre acidentes de trabalho

Reunião aconteceu na sede da vigilância em saúde de Pato Branco / Crédito: PMPB

A divisão que atende a vigilância e saúde do trabalhador de Pato Branco realizou na última quinta-feira (4) uma reunião para tratar sobre os acidentes de trabalho no setor de supermercados. O evento aconteceu na sede de Vigilância em Saúde e contou com a presença de representantes dos Centros de Referências em Saúde do Trabalhador (Cerest) para dar a palestra, além de empresários do ramo e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

De acordo com a chefe da divisão de saúde do trabalhador, Edinia Sandra Burile, a data escolhida para realização do evento é próxima do Dia Nacional de Prevenção a Acidentes de Trabalho, no dia 27 de julho e também ao Dia Nacional de Vigilância Sanitária, celebrado nesta sexta-feira (5).

“Então, como nós estamos no Departamento de Vigilância em Saúde e engloba vários ramos sanitários, saúde do trabalhador, epidemiologia, temos a parte ambiental e resolvemos fazer esse encontro mais especificamente com os supermercados, enfatizando a parte da saúde do trabalhador”, afirma a coordenadora.

Edinia aponta que a necessidade de abordar temas referente a prevenção de acidentes de trabalhadores nos supermercados é referente aos diversos setores que podem ocasionar acidentes com mais frequência. “Temos a parte de panificação, os açougues, elevadores, que hoje vai ser falado também, é uma área que aconteceram alguns acidentes e preocupa”.

Ramos de atividades

Outros eventos em alusão a essas datas devem acontecer com ramos de atividades distintas. Segundo a coordenadora, em todos devem ser enfatizados os acidentes graves e fatais, “ou outros tipos de acidentes que podem vir a acontecer. Vamos fazer com vários outros ramos de atividades, como é o caso da construção civil, onde acontece muito acidente grave”.

Números

De acordo com Edinia, a maior parte dos acidentes de trabalho acontecem na construção civil. Os objetos cortantes em área hospitalar também são motivos de vários acidentes. A coordenadora aponta um número expressivo de óbitos em decorrência de atividades de trabalho em Pato Branco. “Tivemos em 2018, 2019 e 2020 3 óbitos por ano relacionados ao trabalho”, destaca, mencionando o aumento em 2021, onde 4 óbitos foram registrados em profissionais atuando em suas funções.

Em matéria pública pela Assembleia Legislativa do Paraná, os dados recolhidos pelo Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho entre 2012 e 2019 aponta cerca de 4,6 milhões de acidentes de trabalho no Brasil. Enquanto isso, as mortes notificadas chegaram a 17,3 mil no mesmo período.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.