Bancários pedem ao Legislativo inclusão no grupo prioritário de vacinação

O presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Pato Branco-PR e Região, Leduir Dimas Tonial, encaminhou ofício à Câmara Municipal de Pato Branco solicitando a inclusão dos bancários entre os grupos prioritários no plano de imunização contra a covid-19.

No documento, Tonial alega que desde o início da covid-19 a categoria bancária é considerada essencial para o atendimento presencial da população no sistema financeiro, além de ser responsável pela prestação de serviço à classe beneficiária do chamado auxílio emergencial, pago pelo governo federal.

“Apesar de todas as medidas de segurança tomadas pelos bancos e fiscalizada pelo Sindicato, os trabalhadores bancários se expõem à transmissão diariamente, sendo praticamente impossível não se contaminar e dimensionar a propagação da doença”, destacou.

Óbitos

Tonial disse ainda que “vale ressaltar que a média de desligamentos por morte na categoria bancária saltou de 18,3 óbitos/mês no primeiro trimestre de 2020 para 50,6 óbitos/mês no primeiro trimestre de 2021, crescimento de 176,4%, o que evidencia a gravidade da doença dentro da categoria bancária, justificando a inclusão desses trabalhadores entre os grupos prioritários para receber a vacina”.

Segundo ele, a solicitação junto ao Legislativo prioriza “a intenção de garantir a segurança do trabalho de excelência prestado pela categoria, através da inclusão dos bancários no programa de vacinação, entre os grupos prioritários, para também receber a dose”.

Moções de aplauso

Na sessão ordinária de segunda-feira (14), o Legislativo aprovou a entrega de Moção de Aplauso ao grupo de voluntários do Projeto Abrace, que colabora voluntariamente com entidades de Pato Branco, como o Lar de Idosos São Vicente de Paulo, Missão SOS Vida, APAC, Hospital do Câncer de Pato Branco, Remanso da Pedreira, entre outras.

A sessão também contou com a entrega de Moção de Aplauso para Julio Tatto e José Severino Tatto, descendentes do pioneiro Pedro Tatto, família que faz parte dos desbravadores que ajudaram a escrever a história de Pato Branco. O pioneiro foi um dos cinco Pedro´s envolvidos com o desenvolvimento de Pato Branco e fundação e construção da Matriz São Pedro Apóstolo.

De acordo com o projeto, ele foi um dos envolvidos com o início da exploração de madeira, o que impulsionou o desenvolvimento da localidade. Atuou, também, nas atividades de agricultura, suinocultura e agropecuária. Nas décadas de 1940 e 1960, também foi sócio-proprietário da primeira fábrica de “gasosa” (refrigerante) da região.

Pedro comprou áreas no perímetro urbano de Pato Branco, desde o Bairro Fraron até o centro da cidade – nas proximidades do mercado Polo – e, nos anos seguintes, a família doou para o município o terreno para a construção do estádio Os Pioneiros, do Aeroporto Municipal de Pato Branco, parte da BR-158 e, mais recentemente, uma área para a construção da escola estadual, que está projetada para o bairro Fraron.

Bem-estar animal

Em segunda votação, foi aprovado o Projeto de Lei nº 43, de 2021, de autoria da vereadora Thania Maria Caminski Ghelen (DEM), para incluir o tema “Bem-estar animal e consciência de preservação do meio ambiente”, no conteúdo transversal das escolas da rede municipal de ensino de Pato Branco.