Diretor de Desenvolvimento Ambiental é convidado a explicar situação do aterro

Os vereadores Claudemir Zanco (PL), Eduardo Albani Dala Costa (MDB), Januário Koslinski (PSDB), Marcos Junior Marini (Podemos) e Romulo Faggion (PSL) protocolaram junto à Câmara Municipal de Pato Branco o Requerimento n° 664 de 2021, que convida o diretor do Departamento de Desenvolvimento Ambiental, Normélio Bonato, a participar de uma sessão ordinária da Casa de Leis, em data a ser agendada, para falar sobre o aterro sanitário.

No dia 7 de junho vereadores protocolaram o Requerimento nº 605 de 2021, que requer ao Executivo Municipal informações de quais medidas estão sendo tomadas para regularizar o aterro sanitário do município, o qual encontra-se irregular, com lixo a céu aberto.

Através do requerimento eles alegaram que a situação do aterro sanitário está irregular, porque não tem recebido o manejo adequado, com cobertura necessária, estando o lixo a céu aberto, deixando de ter função de um aterro sanitário e passando a ser apenas um lixão.

“O pedido se justifica pois, em visita ao aterro sanitário, foi constatado que o mesmo está totalmente irregular, contendo fotos que comprovam a situação. Sabe-se da importância da destinação correta do lixo, tanto para o meio ambiente quanto para garantir a saúde de todos. Atualmente o aterro do município encontra-se a céu aberto, não atendendo as normas de decomposição final de forma ambientalmente correta”, destacaram os vereadores, no requerimento.

Na oportunidade, o vereador Romulo Faggion (PSD) informou que fez uma representação junto ao Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente, Habitação e Urbanismo (Gaema), do Ministério Público do Paraná, para que apure a situação.

A secretária municipal de Meio Ambiente de Pato Branco, Keli Starck, explicou, na ocasião, que o Executivo Municipal estava levantando as informações para repassar ao Legislativo, e que havia um prazo legal de quinze dias para que a resposta ao requerimento fosse encaminhada.