Proibidos pelo TSE, disparos de mensagens voltam ao WhatsApp a cinco meses das eleições

Por Lauro Jardim/ oglobo.com Febre quatro anos atrás nas eleições de 2018, os disparos de mensagens para múltiplos usuários do WhatsApp já assombram o pleito deste ano, mesmo a cinco meses d

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.