Política

Vereadora propõe entrega de “Título Mietta Santiago” e “Prêmio Mulher Destaque”

Será a primeira vez que a Câmara entregará as honrarias, cujas criações foram aprovadas em 2019

Assessoria

A Câmara de Vereadores de Pato Branco aprovou a entrega do “Título Mietta Santiago” e do “Prêmio Mulher Destaque”, ambas propostas pela vereadora Maria Cristina de Oliveira Rodrigues Hamera (PV). As honrarias têm o intuito de promover a valorização feminina e serão entregues pela primeira vez, desde sua criação, em 2019.

Os projetos foram aprovados em segunda votação, na Sessão Ordinária realizada na segunda-feira (29), e a vereadora ressaltou a importância de cada uma das homenageadas. “Oferecer o “Título Mietta Santiago” à Deputada Federal Leandre Dal Ponte, é uma forma de reconhecer seu trabalho, sua conduta, seu exemplo de vida e de dedicação dispensada, especialmente, à nossa cidade e região. Ao longo dos mandatos, na Câmara dos Deputados, ela tem trabalhado para que os anseios e as necessidades das pessoas sejam atendidas de forma eficiente, sempre incansável na luta por melhorias na qualidade de vida, da saúde pública e na defesa das causas sociais. Todas as suas conquistas, posicionamentos e sua humildade a tornam uma das mulheres políticas mais honradas em âmbito regional, estadual e nacional”, disse a vereadora.

“Com referência ao “Prêmio Mulher Destaque”, oferecido à Rose Amorim, é uma forma de homenagear uma pessoa envolvida com as causas de Pato Branco, tanto em suas boas práticas empresariais quanto no voluntariado. Presente e ativa no desenvolvimento de nossa cidade e no incentivo ao empreendedorismo feminino, empoderando as mulheres, motivando-as a buscar seus sonhos e comprovando a capacidade de gestão que possuímos”, afirmou Maria Cristina.
 
“Título Mietta Santiago”

Histórico

O “Título Mietta Santiago” teve sua criação aprovada por meio da Resolução nº 9, de 30 de outubro de 2019, a autoria foi dos vereadores, em exercício na ocasião, Joecir Bernardi e Marines Boff Gerhardt. De acordo com a Resolução, o objetivo seria “agraciar mulheres envolvidas na causa política no Município de Pato Branco”. O nome, “Mietta Santiago”, é em homenagem à Maria Ernestina Carneiro Santiago de Souza, escritora, advogada e a primeira mulher no Brasil a exercer, plenamente, os seus direitos políticos.

Nascida em Varginha (MG), em 17 de julho de 1903, Mietta questionou, por meio de um mandado de Segurança, em 1928, a constitucionalidade da proibição do voto feminino no Brasil, afirmando que a medida violaria o artigo 70, da então vigente Constituição da República Federal dos Estados Unidos do Brasil de 1891. A conquistas do direito ao voto, em 1928, por esta intelectual mineira, causou impacto na sociedade e foi o fato mais mencionado nas narrativas sobre sua trajetória pessoal. Mietta sempre combateu a condição de desigualdade social, política e econômica das mulheres, produzindo diversos estudos e escritos.

Projeto de Decreto Legislativo nº 3, de 2021

Pelo Projeto de Decreto Legislativo nº 3, de 2021, a deputada federal Leandre Dal Ponte, será a primeira mulher a receber o “Título Mietta Santiago”. A justificativa para a homenagem, de acordo com o projeto, “é reconhecer Leandre, publicamente, pelo seu trabalho, sua conduta, seu exemplo de vida e a dedicação por ela dispensada, especialmente, à nossa cidade e região, contribuindo para o desenvolvimento no cenário nacional”.

De acordo com a biografia, constante no Projeto, Leandre Dal Ponte, em 1997, assumiu a Secretaria de Saúde do Município de Saudade do Iguaçu e, em 2001, fundou, em Curitiba (PR), a Casa de Apoio Ideal, que presta serviços de hospedagem e transporte para pacientes e acompanhantes que chegam do interior do Paraná e outros estados, que precisam ir à capital para realizar consultas com especialistas, exames e tratamentos médicos de média e alta complexidade.

Com a experiência acumulada durante os anos à frente da Casa de Apoio Ideal, escreveu o livro “A dona da pensão”, no qual relata estórias de luta e superação dos pacientes oriundos de diversos cantos do Paraná e do Brasil. Em sua primeira candidatura à Câmara Federal no ano de 2010, ficou com a primeira suplência do Partido Verde, o que lhe serviu de estímulo para continuar trabalhando em prol da sociedade. Assumiu então, a Coordenação do Partido Verde das regiões Centro-Sul e Sudoeste, onde passou a estimular a participação de pessoas na vida política dos Municípios. No ano de 2014, concorreu novamente à Câmara Federal, obtendo 81 mil votos em todo o estado, destes, 42 mil votos na região Sudoeste.

Em 2018, foi reeleita para o seu segundo mandato obtendo 123.958 votos, sendo a candidata mais votada da região sudoeste, obtendo mais de 62 mil votos em toda a região, dos quais, 13 mil em Pato Branco. Ainda no final de 2018, foi escolhida pelo Ranking Político como a 12ª melhor parlamentar do Congresso Nacional, premiação que consagrou um mandato ético, coerente e preocupado com a melhoria da saúde pública e na defesa das causas sociais, legitimando a força da mulher na política.

“Prêmio Mulher Destaque”
 
Histórico

Aprovado pela Resolução n° 7, de 7 de outubro de 2019, o “Prêmio Mulher Destaque” foi proposto pelo então vereador Ronalce Moacir Dalchiavan e, de acordo com o Projeto, “tem a atribuição de homenagear mulheres que tenham se destacado profissionalmente ou prestado relevantes trabalhos na área social, com o objetivo de valorizar a mulher no contexto da cidadania”.

Projeto de Decreto Legislativo nº 4, de 2021

Também de autoria da vereadora Maria Cristina de Oliveira Rodrigues Hamera (PV), o Projeto de Decreto Legislativo nº 4, de 2021, reconhece, por meio do “Prêmio Mulher Destaque”, Rose Amorim, como “uma mulher à frente do seu tempo, envolvida com o desenvolvimento de boas práticas empresariais, sejam elas comerciais ou voluntárias, cabendo destaque por ser referência na inclusão e no incentivo ao empreendedorismo feminino, empoderando mulheres, incentivando-as a buscar seus sonhos e a comprovar, de uma vez por todas, que as mulheres gestoras são tão ou mais competentes quanto os gestores homens”.

Ao logos dos anos, Rose desempenhou importantes funções em diversas empresas e entidades de Pato Branco, entre elas, a Prefeitura de Pato Branco, como professora na Escola Municipal Udir Cantu; de telefonista a gerente de negócios – Pessoa Física, no Unibanco; representante na área de seguros, previdência e consórcio, no Banco Bradesco; professora no SENAC, UTFPR, Cursinho Águia e Faculdade Mater Dei; consultora do Sebrae e voluntária em inúmeros projetos sociais, incluindo o Rotary Club Pato Branco Araucária. Atualmente, Rose Amorim atua no Sicredi, como Gerente da Agência Centro, sendo responsável pela gestão de uma equipe de 21 pessoas e, com isso, destacando-se, profissionalmente, ao longo dos anos e sendo exemplo de valorização feminina no empreendedorismo e no exercício da cidadania.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima