Vereadores pedem que Executivo justifique falta de cestas básicas para famílias de baixa renda

Os vereadores de Pato Branco, Maria Cristina de Oliveira Rodrigues Hamera (PV), Eduardo Albani Dala Costa (MDB) e Romulo Faggion (PSL), protocolaram o Requerimento nº 1364 de 2021 solicitando ao Executivo Municipal que justifique a indisponibilidade de cestas básicas para famílias de baixa renda, bem como indique se há licitação para aquisição das mesmas. A matéria foi apresentada na sessão ordinária de segunda-feira (22).

Segundo eles, a solicitação se justifica pelos inúmeros pedidos que vêm recebendo de cidadãos que recorrem à Secretaria de Assistência Social de Pato Branco – CRAS, para receber a doação de cestas básicas para alimentar seus familiares, e são informados de que não há cestas disponíveis para suprir as necessidades mais emergenciais.

Sem emprego e renda

“É fundamental estar ciente de que, diante da crise que se instalou a partir da disseminação do coronavírus, muitas famílias perderam o emprego, a renda. Muitas também perderam o principal provedor e vivem um dos mais difíceis momentos da subsistência familiar, inclusive passando por grande dificuldade financeira, necessitando de assistência, especialmente para alimentar-se. Uma forma de amparar essas famílias, advém da doação de cestas básicas que asseguram temporariamente o bem-estar e a  saúde das pessoas. Doar alimentos é uma forma de garantir o sustento dessas famílias, principalmente em comunidades e bairros mais desprovidos, pois ao oferecer uma cesta com alimentos básicos, realmente se está alimentando uma família carente. Daí, a urgência das informações solicitadas e de diligências que visem suprir a demanda existente. Quem tem fome tem pressa!”, ressaltaram.

Falta de ambulância

Na mesma sessão, a vereadora Thania Maria Caminski Gehlen (DEM) encaminhou o Requerimento nº 1371 de 2021, que requer ao Executivo, através da Secretaria Municipal de Saúde de Pato Branco, esclarecimentos referente à falta de ambulância para transportar pacientes com alta hospitalar, na data de 20 de novembro de 2021.

De acordo com a parlamentar, munícipes entraram em contato com ela informando que não era possível localizar o motorista da ambulância na noite de 20 de novembro (sábado), pois tinha apenas uma ambulância disponível para atender toda cidade. “Aguardamos esclarecimentos sobre o ocorrido”, frisou Thania.

Pedreira

Os vereadores Claudemir Zanco (PL), Eduardo Albani Dala Costa (MDB), Marcos Junior Marini (Podemos), Romulo Faggion (PSL) e Thania Maria Caminski Gehlen (DEM), solicitaram ao Executivo, através do Requerimento nº 1376 de 2021, a matrícula atualizada da área adquirida para a pedreira municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.