Região

Chopinzinho, Dois Vizinhos e Francisco Beltrão se destacam no Índice de Governança Municipal

Recentemente, o Conselho Federal de Administração (CFA) divulgou o Índice de Governança Municipal (IGM). Lançada em 2016, a iniciativa tem como objetivo auxiliar gestores públicos a entender, por meio de dados consolidados, quais são as possíveis oportunidades de melhorias em seu Município.

Conforme o CFA, o índice é atualizado anualmente e consiste em uma métrica da governança pública nos municípios brasileiros, a partir de três dimensões: Finanças, Gestão e Desempenho.

“Ele é elaborado a partir de dados secundários e considera áreas como saúde, educação, saneamento e meio ambiente, segurança pública, gestão fiscal, transparência, recursos humanos, planejamento e outros”, explica.

Para a construção do IGM/CFA, foram extraídos dados de bases secundárias (como DataSUS e IBGE) e houve definição dos grupos, criados com base em duas variáveis: População e PIB per capita.

Grupos e microrregião

No Grupo 1 [que abrange municípios até 20 mil habitantes e PIB per capita de até R$ 15,6 mil], Grupo 3 [de 20.001 a 50 mil habitantes e PIB per capita até R$ 15.463], Grupo 5 [de 50.001 a 100 mil habitantes e PIB per capita até R$ 21.650], Grupo 7 [acima de 100 mil habitantes e PIB per capita até R$ 28.636] e Grupo 8 [acima de 100 mil habitantes e PIB per capita acima de R$ 28.636] não há municípios da microrregião de Pato Branco.

No Grupo 2 [que compreende até 20 mil habitantes e PIB per capita acima de R$ 15,6 mil], há 12 municípios da microrregião: Bom Sucesso do Sul, Chopinzinho, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Honório Serpa, Itapejara D’Oeste, Mangueirinha, Mariópolis, São João, Saudade do Iguaçu, Sulina e Vitorino.

O Grupo 4 [de 20.001 a 50 mil habitantes e PIB Per Capita acima de R$ 15.463] abrange da microrregião de Pato Branco o município de Coronel Vivida; e Dois Vizinhos, que pertence a micro de Francisco Beltrão.

E o Grupo 6 [de 50.001 a 100 mil habitantes e PIB per capita acima de R$ 21.650] abrange os municípios de Palmas, Pato Branco e Francisco Beltrão.

Destaques do IGM

A cada município foram atribuídas notas individuais (entre 0 a 10) em relação às Finanças; à Gestão; e ao Desempenho; bem como a média entre os três quesitos, que é o IGM.

Em relação ao IGM, Chopinzinho se destacou no Grupo 2 com a nota 8,12 (obtendo o 1º lugar entre todos os municípios do Paraná; e 2º lugar em todo o Brasil); seguido de São João, com 7,02 (ficando em 12º no Paraná e 117º no Brasil); e Vitorino, com a nota 6,50 (obtendo o 35º no Paraná e 298º no Brasil).

No Grupo 4, dos municípios do Sudoeste destaque para Dois Vizinhos, com a nota 7,84 (ficando em 1º lugar no Paraná e 11º no Brasil) e Coronel Vivida, com 6,97 (obtendo o 14º no Paraná e 104º no Brasil). Já do Grupo 6, destacam-se Francisco Beltrão, com a nota 8,03 (ficando em 1º lugar no Paraná e 3º no Brasil); Pato Branco, com 6,98 (obtendo o 5º lugar no Paraná e 33º no Brasil); e Palmas, com 5,39 (ficando em 14º no Paraná e 130º no Brasil).

Detalhes sobre os demais municípios do Sudoeste e do Brasil podem ser obtidos no site: https://igm.cfa.org.br/.

Crédito: Diário do Sudoeste

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima