Região

Dois Vizinhos inaugura Hospital de Campanha exclusivo para pacientes covid

Hospital está estruturado com 15 leitos - Fotos: Divulgação

Aline Vezoli*

Nessa segunda-feira (7), a Secretaria de Saúde de Dois Vizinhos, inaugurou o Hospital de Campanha para atendimento exclusivo de casos suspeitos e positivados de covid-19, com equipe de médicos e enfermeiros treinados e coordenados pelo pediatra Júlio Dias.

O local escolhido para o hospital foi o Centro de Especialidades Médicas (CIEM), antiga UPA, onde eram realizadas consultas com especialistas. Para atendimento aos pacientes infectados pelo novo coronavírus, o local foi equipado com 15 leitos, podendo chegar a 18, prontos para receber pacientes com a infecção em nível intermediária.

Os pacientes que devem ser encaminhados para o local são aqueles classificados como não graves, mas que precisam de atendimento médico para evitar piora no quadro clínico. Em caso de piora do estado de saúde, o mesmo poderá ser transferido para o Hospital Pró-Vida, onde há quatro leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes covid-19.

As vagas do Hospital de Campanha serão destinadas inicialmente para os pacientes da 8ª Regional de Saúde (RS), mas caso seja necessário, outras regionais poderão utilizar os leitos para tratar pacientes dos demais municípios.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, a Administração Pública não teve gastos para equipar o espaço, pois todo o equipamento já estava no munícipio desde a antiga administração. 

Recebimento de pacientes

Durante a inauguração, a chefe da 8ª RS, Nádia Zanella, ressaltou a importância da iniciativa de abrir um hospital de campanha no momento, pois também estará disponível para o atendimento de toda a regional. “Vai desafogar os hospitais da região, os pacientes dos outros municípios terão mais facilidade ao acesso de um leito porque parte da população será atendida nessa unidade”.

Nádia pediu a colaboração de toda a população na adesão das medidas restritivas para prevenir e diminuir os casos de covid-19 na região. Segundo ela, mesmo que o Governo do Estado e o Munícipio não meçam esforços para conter a contaminação, estão chegando no limite. “Principalmente em relação aos profissionais de saúde, que estão escassos, dependemos deles para prestar assistência aos pacientes. Precisamos desacelerar a transmissão desse vírus para reduzir a procura por vagas em hospitais e por consequência, diminuir os óbitos na região”, fala.

Aposta em telemedicina

O coordenador do Hospital de Campanha, Júlio Dias contou, emocionado, que aceitou o projeto junto com o prefeito Carlinhos Turatto, após ver tanta gente morrer de covid-19 no país, “como sempre falo, de cada quatro pessoas que morrem, uma é covid grave e as outras três podem ser erro de alguém, e não queremos cometer esses erros aqui. ”

Dias pediu a confiança e apoio da população para dar andamento aos atendimentos, e comentou sobre a telemedicina, que será realizada no local com os pacientes que estão aguardando o resultado, ou com sintomas leves da doença. “Nós temos uma janela de dias em que os sintomas são leves, mas precisamos ficar de olho entre o sétimo e décimo dia. Percebemos que há pacientes que procuram ajuda médica no início, e só voltam após 12 dias com o quadro já agravado. É isso que queremos evitar utilizando a consulta virtual”.

O médico comenta que com a telemedicina, os pacientes receberão uma ligação através de vídeo chamada no sétimo dia, realizando uma consulta para averiguar se o paciente precisa ou não ir até o hospital para ser avaliado. Os pacientes que precisarem ir até o hospital, chegarão com os pedidos de exames já autorizados, diminuindo a circulação dessas pessoas por outros locais.

Leitos de UTI

Turatto por sua vez, aproveitou a inauguração para agradecer aos secretários, vereadores e a chefe da 8ª RS. Na ocasião, ele citou os quatro leitos de UTI do município e pediu a chefe da Regional autorização para credenciar mais quatro leitos de UTI no município.

“Este ato não está sendo feito apenas para Dois Vizinhos, mas para atender também pacientes da 7ª e 8ª Regionais de Saúde. Graças a toda a de profissionais, que estão no meio do vírus, nós temos condições de dizer que não passaremos vergonha. Cada vida que pudermos salvar e cada sofrimento que pudermos evitar, já fará valer esse mandato. Faremos um protocolo de tratamento que evitará piora no quadro dos pacientes e com o apoio de todos, ofereceremos qualidade no atendimento”, finalizou.

Profissionais de saúde

Com dificuldade para encontrar profissionais para trabalhar na linha de frente, os que já trabalham junto com a secretaria de saúde do município serão divididos para o atendimento. Segundo a assessoria do município, “o quadro de profissionais está completo, mas devido à grande demanda, seria bom contratar mais, só que não tem profissionais disponíveis”.

Atendimentos

Os profissionais que anteriormente atendiam no CIEM foram destinados para a Secretária de Saúde, que agora passará a ofertar atendimento de especialistas, enquanto o CIEM passou a atender apenas pacientes suspeitos ou positivados de covid-19.

Na Clínica da Mulher, onde era atendido os pacientes com covid-19, acontecerão os atendimentos de clínico geral.

*Com supervisão de Marcilei Rossi

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima