Região

Em oito anos, IMNV realiza mais de 1.700 partos em Coronel Vivida

Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas em 2020, devido a covid-19, mais de 200 partos foram realizados no ano (Crédito: Fernanda Barrili)

Em funcionamento desde 2013, o Instituto Médico Nossa Vida (IMNV), situado no município de Coronel Vivida, realizou desde então 1.732 partos em sua estrutura [uma média de 18 por mês].

O instituto — que faz parte do programa Rede Mãe Paranaense para gestantes de risco habitual — é referência tanto para Coronel Vivida, como Honório Serpa. Cerca de 80% dessas crianças são de famílias do próprio município.

De acordo com a diretora executiva do IMNV, Fernanda Barrili, somente em 2020, mais de 200 bebês vieram ao mundo no hospital, sendo 99 do sexo feminino e 105 do masculino.

Os meses de maio e outubro foram os que mais registraram nascimentos: ambos com 22; enquanto que abril e agosto foram os com menor número de partos realizados, ou seja, 12 cada.

No ano anterior, em 2019, foram registrados 145 partos, dos quais 79 meninas e 66 meninos. O mês em que ocorreu mais nascimentos no ano passado foi em dezembro [22]; enquanto que o que houve menos partos coincidentemente foi agosto [4]. Devido às reformas da estrutura, em março não teve esse atendimento.

Segundo Fernanda, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas em 2020, devido do novo coronavírus, o IMNV adotou todos os cuidados necessários para minimizar os riscos e manter a humanização do atendimento.

Ela destaca que o hospital conta, atualmente, com dois quartos exclusivos para atender as gestantes, além de sala de parto e cirúrgica, e sala de atendimento ao recém-nascido.

“Ainda, possui equipe médica e assistencial capacitada para prestar o melhor atendimento nesse momento tão especial que é a chegada do bebê”, destaca.

Em funcionamento desde 2013, o Instituto Médico Nossa Vida (IMNV), situado no município de Coronel Vivida, realizou desde então 1.732 partos em sua estrutura [uma média de 18 por mês].

O instituto — que faz parte do programa Rede Mãe Paranaense para gestantes de risco habitual — é referência tanto para Coronel Vivida, como Honório Serpa. Cerca de 80% dessas crianças são de famílias do próprio município.

De acordo com a diretora executiva do IMNV, Fernanda Barrili, somente em 2020, mais de 200 bebês vieram ao mundo no hospital, sendo 99 do sexo feminino e 105 do masculino.

Os meses de maio e outubro foram os que mais registraram nascimentos: ambos com 22; enquanto que abril e agosto foram os com menor número de partos realizados, ou seja, 12 cada.

No ano anterior, em 2019, foram registrados 145 partos, dos quais 79 meninas e 66 meninos. O mês em que ocorreu mais nascimentos no ano passado foi em dezembro [22]; enquanto que o que houve menos partos coincidentemente foi agosto [4]. Devido às reformas da estrutura, em março não teve esse atendimento.

Segundo Fernanda, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas em 2020, devido do novo coronavírus, o IMNV adotou todos os cuidados necessários para minimizar os riscos e manter a humanização do atendimento.

Ela destaca que o hospital conta, atualmente, com dois quartos exclusivos para atender as gestantes, além de sala de parto e cirúrgica, e sala de atendimento ao recém-nascido.

“Ainda, possui equipe médica e assistencial capacitada para prestar o melhor atendimento nesse momento tão especial que é a chegada do bebê”, destaca.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima