Governo de Santa Catarina assina convênio de contorno ligando São Lourenço do Oeste a Vitorino

Marcilei Rossi com assessorias

Com investimento de R$ 20 milhões, o contorno viário Leste, que vai ligar a SC-480 até a PR-158, entre São Lourenço do Oeste (SC) e Vitorino, no Paraná, vai sair do papel. Demanda aguardada há mais de 20 anos, a obra vai tirar os veículos pesados do centro da cidade, aumentando a segurança e garantindo a fluidez ao trânsito. O convênio para a execução da obra foi assinado pelo governador Carlos Moisés nessa quinta-feira (22), em São Lourenço do Oeste.

Outra importante obra de infraestrutura anunciada pelo governador é a revitalização do Acesso Sul, no trecho que inicia da SC-157, em São Lourenço do Oeste, até a avenida Ernesto Beuter. Os investimentos serão de R$ 3,1 milhões em 2,2 quilômetros. A obra deve passar pelo processo de licitação para a contratação da empresa.

O chefe do Executivo estadual destacou que recursos para infraestrutura são investimentos, que geram desenvolvimento, sempre voltam aos cofres públicos e permitem ao Estado investir em saúde, educação, segurança e agricultura. “São Lourenço do Oeste, assim como toda essa região catarinense, é muito importante, é um celeiro para o Brasil e o mundo. O Governo do Estado precisa estar atento às demandas, diminuindo o sofrimento das pessoas, encurtando distâncias e trazendo desenvolvimento. O dinheiro que vemos sendo aplicado hoje aqui é fruto das economias que fizemos, reduzindo o tamanho da máquina pública, e de outras ações. Estamos colocando o dinheiro onde ele deve estar. O sentido de governar é atender a população em suas prioridades.”

Oprefeito de São Lourenço, Rafael Caleffi, disse que a obra vai garantir o desenvolvimento do município. “Somos divisa com o Paraná e ainda temos uma grande área de preservação, fazendo com que nossa cidade só possa crescer pelo lado Leste. E só cresce se tiver investimentos em infraestrutura. Eu sempre acreditei na execução do contorno, mas cheguei a imaginar que isso não sairia mais do papel. Graças a receptividade do governador que se sensibilizou com nossa demanda hoje podemos comemorar.”

Paraná

O chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva que vem acompanhando os encaminhamentos para a obra, afirmou que no Paraná a conclusão do contorno também está em andamento. Segundo Guto, neste momento o Estado aguarda o projeto que é de responsabilidade da Prefeitura de Vitorino para dar continuidade.

Marciano Vottri, prefeito de Vitorino, que acompanhou a assinatura em São Lourenço do Oeste, revela que o projeto viário está em fase de contratação. Vottri revela que a contratação do projeto envolve um investimento de aproximadamente de R$ 40 mil. Ainda segundo o prefeito, a expectativa é de que licitado e contratado o projeto, ele esteja finalizado entre 50 a 60 dias.

“O mais importante, é que já temos a sinalização para o investimento do Governo do Estado, assegurado pela Casa Civil”, pontuou o prefeito lembrando que em abril, após visita sua e do prefeito de São Lourenço do Oeste, Rafael Caleffi, Guto Silva, determinou a reserva de recursos, — algo  variando de R$ 2,5 milhões a R$ 3 milhões, para o trecho paranaense, que é de aproximadamente 1,5 quilômetro.

O prefeito de Vitorino voltou a defender o traçado que na visão dele, garante mais desenvolvimento para o município paranaense. “A maior parte do projeto do contorno está em Santa Catarina, cerca de 80%. A nossa intensão é que no traçado em Vitorino, ele [contorno] tenha uma influência direta no desenvolvimento de uma nova região do Paraná, por assim dizer, nosso município”, afirmou o prefeito falando em uma nova ligação entre os estados do Paraná e Santa Catarina, e em desenvolvimento municipal.