Idosos recebem materiais pedagógicos em Itapejara D’Oeste

A iniciativa para a aquisição desses materiais surgiu a fim de não deixar de atender os idosos durante a pandemia (Crédito: Divulgação)

endo em vista o período de pandemia do novo coronavírus e com o objetivo de continuar o atendimento prestado aos idosos, que frequentam o Centro de Convivência do Idoso Noeli Oldra Dal Molin, em Itapejara D’Oeste, a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (APMI) adquiriu materiais pedagógicos.

Os itens foram entregues recentemente ao Departamento Municipal de Assistência Social, que destinou esses materiais ao Centro de Convivência, onde é desenvolvido o projeto “Um olhar atencioso para o entardecer da vida”.

De acordo com Keli Cristina Minosso Zocchi, membro da diretoria e tesoureira da APMI, o valor investido nos materiais [esportivos e pedagógicos] foi em torno de R$ 7.400. “Eles foram adquiridos com recursos oriundos de um Termo de Fomento que a Associação tem com a Administração Municipal, no qual consta no planejamento ações com idosos atendidos no Centro de Convivência”.

Keli acrescenta que os materiais estão sendo disponibilizados em forma de empréstimo durante o período de pandemia aos idosos deste projeto. “Eles são exclusivos para idosos, compostos por jogos pedagógicos, painéis psicomotores, jogos de memória, palavras cruzadas, entre outros”.

Já na área esportiva, por sua vez, os itens que fazem parte dos materiais são bolas de borracha, bolas de iniciação e faixas elásticas. Ela informa que cerca de 30 itens foram adquiridos para cada atividade.

Abrangência

Aproximadamente 40 idosos são atendidos e foram contemplados com os materiais. Desses, Keli explica que 26 que participam do projeto “Um olhar atencioso para o entardecer da vida” — do qual o Departamento Municipal de Assistência Social, o Departamento Municipal de Saúde e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) são parceiros —; e 14 idosos que participam das oficinas exclusivas do Cras.

“Estes idosos estavam sendo atendidos no Centro de Convivência semanalmente. Contudo, neste período de pandemia não puderam mais ser atendidos de forma presencial. Assim, o Departamento de Assistência Social, o Cras e o Departamento de Esportes desenvolveram atividades para estes idosos, a fim de que pudessem ser atendidos em suas residências mensalmente, como uma forma de fortalecer vínculos, saúde emocional, estimulação cognitiva e atividade física”.

Ela acrescenta que, antes de serem adquiridos os materiais, foi feito entrevistas com esse público, “para que soubéssemos que tipo de material poderíamos disponibilizar a eles”.

Atendimento

Keli disse que a iniciativa para a aquisição desses materiais surgiu a fim de não deixar desassistidos esses idosos durante a pandemia, atendendo-os de alguma forma durante esse período.

“Contatamos o Departamento de Assistência Social, pois sabíamos que os técnicos da proteção Especial do Cras e do Departamento de Esportes e Lazer estavam desenvolvendo um projeto que pudesse atender estes idosos neste momento. Oferecemos nossa contribuição, como entidade parceira, disponibilizando os materiais pedagógicos e esportivos para serem utilizados neste projeto”.

Utilização

Ela conta que os idosos já estão utilizando os materiais e que, para isso, os departamentos de Assistência Social e de Esporte desenvolveram apostila informativa sobre exercícios que podem ser praticados, bem como um vídeo com a prática destes exercícios por meio de um grupo de WhatsApp aos 14 idosos que aceitaram participar deste projeto.

“Eles estão retirando os materiais no Cras e recebendo as informações pelo aplicativo. Para o outro grupo de idosos, do projeto ‘Um olhar atencioso para o entardecer da vida’, o material foi distribuído há cerca de 15 dias e ainda não tivemos um feedback”.

Contudo Keli acrescenta que, segundo a gestora do Departamento de Assistência Social, Lenita Perin, na próxima visita haverá nova entrevista com os idosos atendidos, para saber como está sendo a experiência.

“A APMI não está acompanhando o projeto em domicílio. Somente os funcionários da Assistência social estão visitando, usando todos os equipamentos de proteção indicados pela Secretaria Municipal de Saúde”.