Região

Imóveis atendidos com rede de esgoto em Coronel Vivida terão vistoria técnica ambiental

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) começou o serviço de Vistoria Técnica Ambiental nas ligações de esgoto em imóveis dos bairros Líder, Berger e no Centro, em Coronel Vivida, no Sudoeste. Até o fim de setembro, quatro agentes socioambientais da empresa Logossolar, contratada pela Sanepar, devem vistoriar 3.207 residências de todos os bairros atendidos com rede de coleta para verificar se as ligações estão adequadas às exigências da companhia e da legislação ambiental.

Uniformizados e identificados com a inscrição “A Serviço da Sanepar”, os agentes usam equipamentos de segurança e seguem os protocolos de prevenção à Covid-19. A equipe que faz a vistoria precisa de permissão do morador para entrar no imóvel e verificar as instalações da cozinha, da lavanderia, do tanque e de sanitários.

Os agentes utilizam corante à base d’água para fazer os testes e emitem, ao final da vistoria, o certificado de regularidade se o imóvel estiver com todas as instalações feitas de forma correta. Caso haja alguma situação irregular ou fora do padrão exigido pela Sanepar, o cliente é orientado, notificado e terá um prazo para fazer a regularização.

“O trabalho deles depende de entrar no imóvel e vistoriar os três pontos de lançamento de esgoto doméstico: banheiro, cozinha e lavanderia. Todo o esgoto desses lugares deve ser destinado à rede pública da Sanepar, que faz a coleta e o tratamento adequados. Todos os imóveis servidos por rede coletora são obrigados a se conectar à rede”, explica a gestora socioambiental da Sanepar, Marilucia Cyrino Rodrigues.

Ela reforça que é preciso dar atenção à necessidade da caixa de gordura e à destinação da água das calhas, proveniente da chuva. “Há muitos imóveis com ligação irregular ou despejo incorreto de resíduos na rede. Já nos primeiros dias de trabalho a equipe identificou várias situações, como lançamento de lixo e gordura na rede coletora e destinação da água da chuva na rede de esgoto. Isso causa transtornos para a Sanepar e também para o cliente, pois pode haver transbordamento de esgoto nas ruas e refluxo de esgoto para dentro do imóvel”, enfatiza Marilucia.

“Essas ações são muito importantes porque, além da vistoria, os agentes orientam sobre os benefícios da rede coletora, os cuidados com a ligação e explicam como funciona o processo de coleta e tratamento de esgoto”, reforça o gerente da Sanepar na região, Edenilson Albani.

Em caso de dúvida, os clientes podem entrar em contato com a Sanepar pelo 0800 200 0115 (ligação gratuita, 24 horas por dia) ou diretamente na Central de Relacionamento com o Cliente em Coronel Vivida, na rua Luiz Rufatto, 300, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima