Região

Justiça determina que infectada por coronavírus mantenha isolamento domiciliar

Assessoria/MPPR

Em São Jorge D’Oeste, a Justiça determinou liminarmente que uma mulher [que testou positivo para o coronavírus] permaneça em isolamento domiciliar, sob pena de multa de R$ 4.000 para cada ato de descumprimento. A decisão decorre de ação civil pública ajuizada pela Promotoria de Justiça de São João, sede da comarca.

A Secretaria de Saúde de São Jorge D’Oeste havia determinado o isolamento da mulher até 14 de agosto, após ela ter apresentado vários sintomas de síndrome gripal.

Entretanto, enquanto aguardava o resultado do exame para detectar o coronavírus [que posteriormente teve resultado positivo], a mulher descumpriu a determinação, chegando inclusive a ir para um município vizinho.

Na análise do mérito da ação, o Ministério Público do Paraná (MPPR) requer o pagamento de R$ 6.000 a título de compensação pelos danos causados à coletividade com a exposição ao risco.

Até terça-feira (11), segundo dados do Informe Epidemiológico da Secretaria da Saúde de São Jorge D’Oeste, haviam sido constatados 98 casos de pessoas infectadas por coronavírus no município.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima